Novo Coronavírus

Saúde OMS reforça: suas escolhas pessoais fazem diferença no combate à covid

OMS reforça: suas escolhas pessoais fazem diferença no combate à covid

Organização Mundial da Saúde reforça a responsabilidade de cada um na adesão às medidas de prevenção, como distanciamento, máscaras e higiene

  • Saúde | Do R7

Moradora, usando máscara, olha seu celular no centro da Cidade do México

Moradora, usando máscara, olha seu celular no centro da Cidade do México

Carlos Jasso / Reuters - 31.7.2020

Especialistas da OMS (Organização Mundial da Saúde) foram contundentes ao chamar a atenção de pessoas que não aderem aos protocolos de segurança e lembraram que o combate à pandemia do novo coronavírus depende também do comportamento e de escolhas individuais.

O alerta ocorre em meio a uma aceleração mundial dos contágios, o ressurgimento de surtos em países que abrandaram medidas de contenção e protestos contra políticas de prevenção, como o uso de máscaras e o distanciamento social.

"É o momento de sermos coletivamente solidários com a raça humana. Tudo o que fazemos para reduzir a nossa exposição vai reduzir a exposição dos outros", disse o diretor do Programa de Emergências da OMS, Mike Ryan.

Proteção de todos depende de escolhas individuais

"Em última instância, este vírus se move de pessoa para pessoa. Algumas não têm condições de evitar [contatos] e temos que dar suporte a elas. Mas muitas pessoas têm estas condições. Ao que estão indo todo dia para o seu trabalho, indo a shoppings, indo a parques: você pode escolher", completou. Ryan deu bastante ênfase a este trecho: "você pode escolher".

A OMS vem alertando com regularidade para o papel dos indivíduos nas políticas de combate à pandemia do novo coronavírus, ao mesmo tempo em que reforça o pedido para que lideranças e governos nacionais estejam à frente de políticas que encoragem as comunidades a se engajarem no combate à pandemia. 

Respondendo a uma questão sobre a situação no seu país natal, os Estados Unidos, a diretora-técnica do programa de Emergências em Saúde da OMS, Maria Von Kerkhove foi sucinta: "Eu faço um apelo aos meus familiares, meus amigos e a todos: vocês sabem o que precisa ser feito."

Os EUA é um dos países onde a resistência à adesão aos protocolos de distanciamento e higiene geraram debates acalorados, inclusive entre autoridades.

Medidas incluem distanciamento, máscara e higiene

As medidas de proteção individual não apenas evitam que uma pessoa se infecte, mas também previnem que ela seja um vetor de infecção de outras pessoas, ou seja, que carregue o vírus e o transmita para outros.

As ações indicadas pela OMS são simples:

- evitar contatos desnecessários e situações de aglomeração de pessoas;
- usar máscara em locais públicos;
- manter o distanciamento social;
- fazer a higiene constante das mãos e evitar contato das mãos com a boca e os olhos;
- isolar-se em caso de suspeita de contágio.

EM FOTOS: Calor na Europa faz praias lotarem, apesar de riscos da covid-19

Últimas