Coronavírus

Saúde OMS reforça: uso de máscara para pessoas saudáveis é desnecessário

OMS reforça: uso de máscara para pessoas saudáveis é desnecessário

A  máscara não garante proteção se não for combinado com outras medidas, por exemplo, lavar as mãos

  • Saúde | Da EFE

Se a máscara não for bem colocada, a pessoa pode tocar mais no rosto, o que é um risco

Se a máscara não for bem colocada, a pessoa pode tocar mais no rosto, o que é um risco

MARCOS VIDAL/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O porta-voz da OMS (Organização Mundial de Saúde), Tarik Jasarevic, lançou um alerta nesta terça-feira (31) sobre o uso indiscriminado de máscaras pelas pessoas que não querem se infectar pelo novo coronavírus, garantindo que possa haver uma falsa sensação de segurança.

"O uso não é requerido para pessoas saudáveis. Ao invés disso, as pessoas com sintomas é que devem usá-las, para proteger os demais, assim como os que cuidam dos doentes em casa e estão mais expostos ao vírus", explicou o representante da entidade.

Jasarevic reforçou uma orientação que foi dada ainda no início da propagação da covid-19, de que há outras formas mais eficazes de prevenção.

Leia mais: 'Se você não estiver doente, não deve usar máscara', alerta OMS

"O uso de máscaras, em si, não garante a proteção, se não for combinado com outras medidas. O problema é que as pessoas que a utilizam podem ter um falso sentimento de segurança e esquecer de outros atos essenciais, como lavar as mãos", explicou.

O porta-voz da OMS ainda lembrou que, se o aparato não for bem colocado no rosto, o portador pode ter a tendência de tocar mais frequentemente a face, permitindo que o vírus entre no organismo pelas mucosas dos olhos, nariz e boca.

Jasarevic, além disso, lembrou também que as máscaras - fundamentais para alguns grupos - estão em falta em vários países. O que reforça o argumento para pedir que pessoas saudáveis que não estão convivendo com doentes, evitem utilizá-las.

De acordo com os dados mais recentes da OMS, 693.224 foram infectadas em todo o planeta pelo novo coronavírus, e mais de 33 mil morreram.

Últimas