Novo Coronavírus

Saúde Pandemia no Brasil mantém ritmo de alta, diz Imperial College

Pandemia no Brasil mantém ritmo de alta, diz Imperial College

Monitoramento semanal mostra que, em média, 100 pessoas infectadas transmitem o coronavírus para outras 113

  • Saúde | Do R7

Brasil é o 2º país da América do Sul com a taxa mais alta de transmissão da covid

Brasil é o 2º país da América do Sul com a taxa mais alta de transmissão da covid

Alessandro Buzas/Futura Press/Estadão Conteúdo

As estatísticas semanais divulgadas pelo Imperial College London, no Reino Unido, mostram nesta terça-feira (15) que a taxa de transmissão da covid-19 no Brasil sinalizam ainda um aumento da pandemia.

De acordo com os dados, o índice está em 1,13, o que significa que 100 pessoas infectadas transmitem o novo coronavírus para outras 113, que passam para outras 127, representando um aumento exponencial de novos casos em um espaço de semanas.

Apenas quando esse índice, chamado de Rt, está abaixo de 1 é que a pandemia mostra sinais de arrefecimento.

Na América do Sul, o Brasil é o segundo país com o Rt mais elevado, atrás apenas da Venezuela, segundo o Imperial College.

O Ministério da Saúde registrou, até ontem, 6,97 milhões de casos acumulados de covid-19, com 181,8 mil óbitos.

Últimas