Novo Coronavírus

Saúde Pazuello autoriza contratação no Mais Médicos de Manaus

Pazuello autoriza contratação no Mais Médicos de Manaus

São 72 vagas emergenciais e temporárias, com duração de um ano, "improrrogáveis", segundo portaria publicada nesta terça

  • Saúde | Do R7

O ministro da Saúde Eduardo Pazuello autorizou contratação no programa Mais Médicos

O ministro da Saúde Eduardo Pazuello autorizou contratação no programa Mais Médicos

Fepesil/TheNews2/Estadão Conteúdo

O ministro da Saúde Eduardo Pazuello autorizou a contratação emergencial e temporária de 72 médicos para atuar no Mais Médicos, em Manaus. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) nesta terça-feira (19). O período do contrato é de um ano, "improrrogável".

A medida se dá "em razão da situação de emergência ocasionada pela pandemia do novo Coronavírus (Covid-19)", segundo descrito na portaria. "Os profissionais que lograrem êxito no chamamento público serão alocados no Município de Manaus/AM e continuarão a desempenhar suas atividades no âmbito do Projeto até o prazo final do termo de adesão e compromisso", afirma o texto. 

Manaus enfrenta uma situação crítica, com recorde de sepultamentos, casos e mortes por covid-19 e colapso na rede de saúde por falta de oxigênio nos hospitais. Segundo o boletim epidemiológico da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM) de segunda-feira (18), o estado do Amazonas regitra 6.308 mortes, sendo 60 nas últimas 24 horas, e 232.434 casos , sendo 1.790 novos casos nas últimas 24 horas. Entre todos os casos, 99.047 são de Manaus, o que corresponde a 42,61%. 

O Programa Mais Médicos (PMM) é "parte de um esforço do governo federal, com apoio de estados e municípios, para a melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), além de levar mais médicos para regiões onde há escassez ou ausência desses profissionais", segundo descrição no portal do Ministério da Saúde.

Últimas