Período médio de incubação do coronavírus é de 5,1 dias

Estudo realizado por cientistas da Universidade Johns Hopkins aponta que o período de quarentena de 14 dias apontado pela OMS é razoável 

Itália declarou estado quarentena geral no país

Itália declarou estado quarentena geral no país

Thomas Peter/Reuters - 10.3.2020

O tempo médio de incubação do novo coronavírus, o SARSS-CoV-2, é de 5,1 dias, segundo um estudo realizado por cientistas da Universidade Johns Hopkins, no estado americano de Maryland, com base em dados disponíveis publicamente.

Esse tempo, que se situa entre a exposição e o aparecimento dos primeiros sintomas, sugere que a quarentena de 14 dias recomendada pelos centros de prevenção de doenças em todo o mundo para indivíduos com possibilidade de contágio é um período razoável.

A análise dos dados públicos sobre a infecção pelo vírus que causa a Covid-19 sugere que 97,5% das pessoas que desenvolvem sintomas de infecção o fazem dentro de 11,5 dias após a exposição.

Período adequado de quarentena

Além disso, os pesquisadores calculam que para cada 10 mil indivíduos isolados durante 14 dias, apenas 101 podem desenvolver sintomas após o final da quarentena.

"Com base na nossa análise dos dados disponíveis, a recomendação atual de 14 dias de quarentena é razoável, embora alguns casos possam ser negligenciados a longo prazo", declarou o autor principal do estudo, Justin Lessler, um epidemiologista da Universidade Johns Hopkins.

Para o estudo, publicado nesta segunda-feira pela revista "Annals of Internal Medicine", os cientistas estudaram 181 casos da China e de outros países que foram detectados e relatados na mídia antes de 24 de fevereiro.

A maioria dos casos era de pessoas que tinham viajado de ou a província de Hubei, cuja capital, Wuhan, é apontada como origem da epidemia.

Isolamento ajuda com surto

O surto global de coronavírus surgiu em dezembro de 2019 em Wuhan, cidade de 11 milhões de pessoas na China central, e desde então causou 95.333 casos oficialmente confirmados em todo o mundo e 3.282 mortes, de acordo com o relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Uma estimativa precisa do período de incubação da doença para um novo vírus como este facilita o trabalho dos epidemiologistas e permite às autoridades de saúde pública conceber medidas eficazes de quarentena e outras determinações de controle da doença.

Os isolamentos ajudam a retardar a propagação do vírus e, em alguns casos, também a parar a infecção, mesmo que haja casos atípicos com períodos de incubação mais longos do que os dias de quarentena.

Lessler reconhece que isolar as pessoas e impedi-las de ir trabalhar tem um custo econômico e social significativo que é evidente quando a quarentena afeta trabalhadores da saúde e corpos de emergência, como os bombeiros.

O período de incubação do novo vírus corona está no mesmo intervalo que o SARS, que infectou humanos e causou um grande surto no sul da China e Hong Kong entre 2002 e 2004, enquanto que para o MERS, que causou centenas de casos no Oriente Médio com uma taxa de mortalidade relativamente alta, o período médio estimado de incubação é de 5 a 7 dias. 

Veja também: 

Como se prevenir contra o coronavírus