Coronavírus

Saúde Pfizer e a Janssen estão mais perto de obter registro da vacina no Brasil

Pfizer e a Janssen estão mais perto de obter registro da vacina no Brasil

Farmacêuticas solicitaram 'certificado de boas práticas de fabricação' dos imunizantes cumprindo mais uma etapa do processo de aprovação da Anvisa

  • Saúde | Do R7

Pfizer deve cumprir só mais uma etapa antes do registro

Pfizer deve cumprir só mais uma etapa antes do registro

Dado Ruvic/Reuters

A Pfizer e a Janssen (da Johnson e Johnson) solicitaram à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) o certificado de boas práticas de fabricação das vacinas.

Leia mais: EUA: vacinas deixam fábricas e imunização começa nesta segunda

O pedido é mais um passo para que as farmacêuticas consigam a liberação para o registro das vacinas para imunização contra a covid-19.

Se ambas conseguirem a validação dessa etapa, faltará apenas a aprovação do pedido de uso emergencial antes de receberem a chancela da Anvisa para iniciar a imunização da população.

Leia mais: Técnicos do plano para covid-19 não tem poder de decisão, diz governo

O mesmo certificado já foi solicitado pelas fabricantes da AstraZeneca e da Sinovac, mas ainda não houve resposta da Agência.

Neste domingo (13), a Anvisa informou que a equipe técnica que foi à China inspecionar as fábricas das vacinas CoronaVac e da AstraZeneca já estão em solo brasileiro.

A etapa finalizada é essencial para que “as vacinas a serem disponibilizadas no Brasil tenham qualidade e segurança”, segundo nota da Agência.

Leia mais: Ministro Eduardo Pazuello envia ao STF plano nacional de imunização

“Nesse momento, a Anvisa aguarda as informações complementares de ambas as empresas. É importante destacar que essas fábricas ainda não foram certificadas por nenhuma autoridade com relação à produção de vacinas”, diz a nota da Anvisa.

Pedido de vacinação nacional chega ao STF

O ministro da saúde Eduardo Pazuello enviou na sexta-feira (11) ao STF (Supremo Tribunal Federal) o plano nacional de imunização contra a covid-19, elaborado pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.

Entre as diretrizes abordadas pelo documento, estão temas como:

Leia mais: Compra de vacina por ministro não adia data em SP, afirma Doria

• Situação epidemiológica;
• Definição da população-alvo;
• Vacinas covid-19;
• Farmacovigilância;
• Sistemas de informações;
• Operacionalização para vacinação;
• Monitoramento;
• Supervisão; e
• Avaliação.

Além disso, o plano elaborado pelo governo prevê ainda orçamento para operacionalização da vacinação, estudos pós-marketing, comunicação e encerramento da campanha de vacinação.

Últimas