Coronavírus

Saúde Pfizer inicia processo para pedir registro de vacina no Brasil

Pfizer inicia processo para pedir registro de vacina no Brasil

Farmacêutica enviou dados para análise no processo de submissão contínua, adotado pela Anvisa para acelerar a liberação de vacinas contra a covid-19

  • Saúde | Do R7, com Reuters

Pfizer enviou dados sobre sua vacina para a Anvisa

Pfizer enviou dados sobre sua vacina para a Anvisa

Dado Ruvic/Illustration/Reuters - 31.10.2020

A farmacêutica Pfizer anunciou, nesta quarta-feira (25), que deu início na Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) ao processo de submissão contínua para registro da vacina desenvolvida em parceria com a empresa alemã BioNTech contra a covid-19.

“Esse é um importante passo para que o imunizante esteja disponível no Brasil. A Pfizer disponibilizará todos os dados necessários para avaliação e estará em total colaboração com a Anvisa para que esse processo transcorra da melhor maneira e o mais rapidamente possível”, disse Márjori Dulcine, diretora médica da Pfizer Brasil em comunicado.

Há uma semana, a empresa norte-americana informou que os resultados finais dos testes com o imunizante mostraram que ele é 95% eficaz contra a doença. Em idosos, que são o principal grupo de risco, essa porcentagem ficou acima de 94%.

A Anvisa aprovou na semana passada uma instrução normativa que permitirá acelerar o registro de vacinas contra a covid-19 no país, autorizando os laboratórios que testam medicamentos a apresentar documentos e dados técnicos conforme forem gerados, sem ter de esperar para ter todos os documentos para abrir o processo de registro.

Leia mais: Pfizer poderá distribuir vacina contra covid horas após aprovação

A instrução normativa vale apenas para as vacinas em teste para a doença causada pelo novo coronavírus.

A Pfizer e a BioNTech deram entrada em pedidos junto a várias agências regulatórias ao redor do mundo, incluindo a Food and Drug Administration (FDA, na sigla em inglês), órgão regulador dos Estados Unidos.

Últimas