Saúde Planta da maconha pode ter efeitos medicinais sem ‘dar barato’, diz estudo

Planta da maconha pode ter efeitos medicinais sem ‘dar barato’, diz estudo

Pesquisa publicada em revista científica diz que efeitos colaterais do THC podem ser isolados

Cannabis é o gênero da planta da maconha

Cannabis é o gênero da planta da maconha

Getty Images

Pesquisadores descobriram uma forma de isolar os efeitos terapêuticos da cannabis, gênero da planta da maconha, de seus efeitos psicoativos.

A descoberta foi publicada na revista científica “PLOS Biology” no último dia 9 por cientistas das universidades de Barcelona, Pompeu Fabra, East Anglia e outros centros de pesquisa.

A equipe é mesma que, anteriormente, havia detectado que o THC, a principal substância psicoativa da cannabis, reduz o risco de crescimento de tumores.

Agora, os médicos concluíram que o mecanismo que ativa o efeito psicoativo do THC é diferente do mecanismo que ativa outros efeitos da mesma substância.

O mecanismo que ativa o efeito psicoativo, segundo o estudo, envolve um receptor de canabinóides e um receptor de serotonina. Mas, quando o receptor de serotonina está bloqueado, o THC, embora perca o efeito psicoativo, ainda pode ter efeitos benéficos.

A equipe espera que o achado possa abrir caminho para o uso terapêutico da cannabis sem que o humor, a percepção e a memória dos pacientes sejam alterados.

Os pesquisadores ressaltam ainda que não se deve tentar usar a planta para automedicação.

Leia mais notícias de Saúde

Últimas