febre amarela
Saúde Prefeitura visita 13 mil casas para vacinar contra febre amarela

Prefeitura visita 13 mil casas para vacinar contra febre amarela

Medida foi tomada após a confirmação da contaminação de um macaco por febre amarela no Zoológico de São Paulo no último domingo 

febre amarela

Prefeitura irá visitar 13 mil imóveis para vacinar pessoas contra febre amarela

Prefeitura irá visitar 13 mil imóveis para vacinar pessoas contra febre amarela

Divulgação

A Prefeitura de São Paulo irá visitar 13 mil imóveis para vacinar as pessoas contra a febre amarela. As residências são localizadas num raio de 300 metros do Parque Estadual das Águas do Ipiranga. A ação começa a partir desta terça-feira (12).

A medida foi tomada após a confirmação da contaminação de um macaco por febre amarela no Zoológico de São Paulo. Durante o final de semana (9 e 10/02), na região do Jardim Botânico e Zoológico, foram aplicadas 584 doses da vacina pelos agentes da SMS (Secretaria Municipal da Saúde). O posto volante foi instalado na entrada do Zoológico neste fim de semana para intensificar a ação e orientar os visitantes.

Leia mais: Prefeitura oferece vacina contra febre amarela no Metrô de SP

Vale ressaltar que a vacina continua disponível em todas as UBS (Unidades Básicas de Saúde) da capital, de segunda a sexta e aos sábados nas AMA/UBS Integradas na cidade. Após a aplicação da dose, são necessários 10 dias para a vacina oferecer proteção efetiva. Além das UBS, há também postos volantes em supermercados, estações de metrô e CPTM, shoppings, praças, entre outros locais.

Plano

Em novembro do ano passado, a prefeitura lançou o Plano Municipal de Enfrentamento às Arboviroses, que prevê, entre outras coisas, a intensificação da vacinação contra a febre amarela e a busca por pessoas que ainda não se protegeram contra a doença. Desde então, foram realizados dois dias D em todo o município, incluindo a região do entorno do Jardim Botânico e Zoológico.

Veja também: São Paulo registra 36 mortes por febre amarela

A cobertura atual da vacina de febre amarela na capital paulista é de 77,05%, o que equivale a mais de 9 milhões de doses aplicadas. Outras 2,6 milhões de pessoas ainda precisam ser imunizadas contra a doença. No ano passado foram 13 casos de febre amarela contraídos na cidade de São Paulo, que resultaram na morte de seis pessoas. Nenhum caso de febre amarela foi registrado em 2019.