Coronavírus

Saúde Queiroga: Brasil receberá mais 160 milhões de vacinas até setembro

Queiroga: Brasil receberá mais 160 milhões de vacinas até setembro

Ministro da Saúde ressaltou que já foram entregues às unidades da federação 135 milhões de doses de imunizantes contra covid

  • Saúde | Do R7

Queiroga comemorou antecipação de 1,8 milhão da vacina de dose única da Janssen

Queiroga comemorou antecipação de 1,8 milhão da vacina de dose única da Janssen

WILLIAN MOREIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta quinta-feira (1º) que o Brasil receberá mais 160 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 até o fim de setembro.

Em evento na cidade de Marechal Deodoro (AL), o ministro destacou que o PNI (Programa Nacional de Imunizações) já distribuídas às unidades da federação.

"No mês de setembro, nós vamos imunizar toda a população brasileira acima de 18 anos com a primeira dose da vacina. E até o final do ano, teremos toda a população acima de 18 anos imunizada com as duas doses da vacina", afirmou Queiroga, ao manter o compromisso que já havia firmado anteriormente.

Ele lembrou que somente do imunizante da Pfizer, o governo tem dois contratos para o fornecimento de 200 milhões de doses até dezembro, das quais 11,8 milhões já foram enviadas a estados e Distrito Federal.

Queiroga ainda comemorou a antecipação de 1,8 milhão de unidades da vacina de dose única da Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson.

O contrato com o Ministério da Saúde é de 38 milhões de doses, com promessa inicial de entrega no quarto trimestre.

O país atingiu nesta quinta-feira a marca de 100 milhões de doses de vacinas contra covid-19 aplicadas. Segundo o ministério, 47% dos brasileiros com mais de 18 anos já receberam a primeira dose. Outros 17,1% completaram o esquema vacinal.

Últimas