Novo Coronavírus

Saúde Reino Unido ainda não superou pico de contágios, afirma Raab

Reino Unido ainda não superou pico de contágios, afirma Raab

Responsável pelo governo na ausência do premiê Boris Johnson, ministro diz que ainda é cedo para discutir o relaxamento das medidas de isolamento

  • Saúde | Da EFE

Raab diz que é cedo para falar em fim do isolamento

Raab diz que é cedo para falar em fim do isolamento

Andrew Parsons / Dilvulgação via EFE - EPA - 13.4.2020

O secretário de Estado do Reino Unido, Dominic Raab, advertiu nesta segunda-feira (13) que "ainda não foi superado o pico" de contágios da covid-19 no país, mas que há "sinais positivos" que indicam que os britânicos estão começando a "ganhar a batalha" contra o coronavírus.

Leia também: Mortes por coronavírus no Reino Unido têm queda pelo 4º dia seguido

Raab substitui Boris Johnson como chefe de governo enquanto o primeiro-ministro se recupera da covid-19 na residência oficial em Chequers, a oeste de Londres, depois de ter recebido alta no domingo. O prêmie estava internado desde o dia 5 de abril e passou três noites na UTI.

Cedo para relaxar o isolamento

Em entrevista coletiva diária, o secretário disse ser "cedo demais" para considerar a possibilidade de flexibilizar as restrições impostas há três semanas para conter a propagação do coronavírus SARS-CoV-2.

"Haverá um momento no futuro em que poderemos falar de uma transição, mas ainda não chegámos lá", disse Raab. Na quinta-feira, o governo deverá rever as restrições.

Perguntado se o Reino Unido deveria ter implementado as medidas de prevenção mais cedo para evitar mais mortes, disse que "não se pode fazer esse tipo de comparação" porque cada país "tem as suas próprias circunstâncias".

O conselheiro científico do governo Patrick Vallance afirmou que a curva do número de mortes deverá aumentar nesta semana e, depois, à medida que o impacto das medidas de afastamento é sentido, começará a diminuir.

Segundo os últimos números do Serviço Nacional de Saúde (NHS, na sigla em inglês), 11.329 pessoas já morreram por Covid-19 nos hospitais britânicos, 717 nas últimas 24 horas, e 88.621 infecções foram confirmadas até hoje.

Últimas