Reino Unido anuncia detecção de 4 novos casos de coronavírus

Paciente estiveram em contato com outro de caso confirmado na cidade de Brighton na semana passada

Reino unido confirma mais quatro pessoas com o novo coronavírus

Reino unido confirma mais quatro pessoas com o novo coronavírus

Yuan Zheng / EFE-EPA - 4.2.2020

O assessor médico do governo do Reino Unido, Chris Whitty, afirmou nesta segunda-feira (10) que mais quatro pessoas foram diagnosticadas com o novo coronavírus, aumentando para oito o número de pacientes em todo o país.

A atualização das informações sobre os infectados foi divulgada depois que o ministro da Saúde, Matt Hancock, admitiu que a chamada pneumonia de Wuhan é uma ameaça "grave e iminente" para a saúde pública local.

Os novos pacientes, segundo os dados oficiais, estiveram em contato com outro de caso confirmado na cidade de Brighton, na semana passada, que havia contraído o vírus em uma viagem feita à Cingapura.

Whitty explicou que os quatro novos diagnosticados estão em centros de tratamento especiais montados nos hospitais Guy's & St Thomas e Royal Free, ambos da rede pública de Londres.

Por causa da presença destes quatro novos pacientes, medidas de prevenção contra a propagação do coronavírus foram adotadas.

O assessor médico do governo ainda garantiu que o serviço público de saúde do Reino Unido (NHS, pela sigla em inglês) está preparado para impedir que o país seja afetado pela expansão da doença, que já matou 900 pessoas na China.

"Estamos trabalhando muito rápido para identificar os contatos que esses pacientes tiveram", disse Whitty.

No noroeste da Inglaterra, o hospital Arrowe Park, e um centro médico em Milton Keynes, nos arredores de Londres, foram transformados em centro de isolamento para pessoas que voltaram da China recentemente.

Neste domingo, um avião com 200 ocupantes desembarcou em uma base militar inglesa, proveniente de Wuhan.