Reino Unido registra 586 novas mortes por covid-19 em 24 horas

O ministro da Saúde britânico disse durante entrevista coletiva que o governo incluirá em seus dados diários a partir de amanhã, mortes fora dos hospitais

Reino Unido passará a contabilizar mortes fora de centros médicos

Reino Unido passará a contabilizar mortes fora de centros médicos

Toby Melville/Reuters - 01.04.2020

O Reino Unido registrou 586 novas mortes por covid-19 em hospitais nas últimas 24 horas, chegando a um total de 21.678 vítimas até o momento nos centros médicos, às quais foram adicionadas pelo menos 4.343 óbitos em casas de repouso, informou nesta terça-feira (28) o ministro da Saúde britânico, Matt Hancock.

O Instituto Nacional de Estatísticas Britânico (ONS, sigla em inglês) divulgou hoje dados sobre as mortes pela doença em residências na Inglaterra e no País de Gales, entre os dias 10 e 24 deste mês.

Hancock disse durante entrevista coletiva que o governo incluirá em seus dados diários a partir de amanhã, mortes registradas fora dos hospitais, algo que "até agora não era possível", afirmou.

O ministro explicou que a proporção de mortes em residências em todo o Reino Unido é de cerca de um sexto do total de óbitos.

O número de pessoas que testaram positivo para o novo coronavírus no país agora é de 161.145, depois de 43.453 testes realizados nas últimas 24 horas, ainda longe da meta de 100 mil por dia que o governo havia estabelecido para até o final deste mês.

Hancock disse que "programas piloto" foram lançados na Inglaterra para testar pessoas que vivem em casas de repouso e seus cuidadores, mesmo que sejam assintomáticos.

"Isso significa que qualquer pessoa que viva ou trabalhe em uma residência poderá acessar os testes, com ou sem sintomas. Estou determinado a fazer o que for necessário para proteger os mais vulneráveis", afirmou o ministro.

Ao mesmo tempo, ele garantiu que o Reino Unido já tem a capacidade de processar 73,4 mil testes diários de covid-19.