RS confirma a segunda morte em decorrência da covid-19

Paciente tinha 88 anos, era hipertenso e diabético e vivia em Porto Alegre, que tem 115 casos confirmados da doença causada pelo novo coronavírus

Pesquisas avançam para a cura da covid-19

Pesquisas avançam para a cura da covid-19

Lucas Landau/Reuters – 15.03.2020

Morreu nesta quinta-feira (26) a segunda vítima da covid-19 — doença causada pelo novo coronavírus — no Rio Grande do Sul. A confirmação da morte foi dada pelo próprio prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchesan Jr., por meio das redes sociais.

O paciente era um senhor de 88 anos de idade, portador de diabetes e hipertensão e morador de Porto Alegre, que tem 115 registrados da covid-19. Esta é a segunda morte em decorrência da doença na capital do Estado.

Por outro lado, Porto Alegre também já tem 17 pessoas consideradas curadas da covid-19 — 12 homens (18, 23, 28, 31, 35, 37, 38, 44, 48, 65, 68 e 69 anos) e cinco mulheres (5, 19, 34, 35 e 65 anos). Todos passaram pelo isolamento de 14 dias.

A circulação do vírus na cidade (transmissão comunitária) ocorre desde a última sexta-feira (20). “Nesse cenário, a orientação do Ministério da Saúde é testar, no SUS, apenas pacientes internados em ambiente hospitalar e profissionais de saúde com quadro clínico compatível com síndromes gripais que atuam no atendimento direto a pacientes”, explica o secretário de Saúde Pablo Stürmer. 

Com isso, todos os pacientes que têm sintomas de de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) passam a ser considerados com Covid-19.

Os sintomas da síndrome gripal são febre de início súbito, acompanhada de tosse ou dor de garganta e pelo menos um dos seguintes sintomas: dor de cabeça, dores musculares em qualquer parte do corpo ou dores nas articulações, que não tenham outro diagnóstico.