Sarampo
Saúde Sarampo: Brasil tem 7 mortes e mais de 1.500 casos confirmados

Sarampo: Brasil tem 7 mortes e mais de 1.500 casos confirmados

Maioria dos casos foi registrado no Amazonas, que tem 1.211 confirmados e 6.905 em investigação; em seguida está Roraima, com 300 casos confirmados

Brasil tem 1.553 casos e 7 mortes por sarampo

Crianças entre 1 e 4 anos devem ser vacinadas contra o sarampo e a pólio

Crianças entre 1 e 4 anos devem ser vacinadas contra o sarampo e a pólio

Reprodução/Ministério da Saúde

O Brasil tem 1.553 casos e 7 mortes por sarampo, de acordo com boletim divulgado nesta terça-feira (28) pelo Ministério da Saúde. Há ainda 6.975 casos em investigação.

Entre as 7 mortes, quatro foram em Roraima, sendo três venezuelanos e 1 bebê yanomami brasileiros, e três mortes no Amazonas, sendo três bebês (dois de Manaus e um de Autazes).

A pasta afirma que o país enfrenta dois surtos da doença no momento, nos Estados do Amazonas e de Roraima.

O Amazonas registra 1.211 casos confirmados e 6.905 em investigação e Roraima, 300 confirmados e 70 em investigação. Entre os confirmados em Roraima, 9 pessoas foram atendidas no Brasil e estão recebendo tratamento, mas residem na Venezuela.

O Ministério ressalta que os surtos estão relacionados à importação do vírus da Venezuela, já que o genótipo do vírus (D8) que está circulando no Brasil é o mesmo que circula no país, que enfrenta surto da doença desde o ano passado.

Outros Estados registram casos considerados isolados da doença: São Paulo (2), Rio de Janeiro (18); Rio Grande do Sul (16); Rondônia (2), Pernambuco (2) e Pará (2).

No Amazonas e em Roraima, a campanha de vacinação contra o sarampo já vem sendo realizada desde março. Embora a primeira dose da vacina contra o sarampo seja recomendada pelo Ministério da Saúde aos 12 meses, nesses Estados a idade foi reduzida para 6 meses devido à grande incidência da doença em bebês.

Saiba mais: Cidades que não atingiram meta devem vacinar no sábado

A campanha de vacinação contra o sarampo e a poliomielite termina nesta sexta-feira (31), mas o Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira (29) que a orientação é que cidades que não atingiram a meta mantenham postos de saúde abertos no sábado (1º).

Não foi divulgado quais cidades estão nessa condição. Mais de 3 milhões de crianças ainda não foram vacinadas em todo o Brasil.

A última atualização enviada pelos Estados ao Ministério mostra que, até esta terça-feira (28), 70% das crianças brasileiras haviam sido vacinadas. Em todo o país, foram aplicadas mais de 15,7 milhões de doses das vacinas, sendo cerca de 7,8 milhões de cada, segundo o Ministério.

A pasta afirma que todas as crianças com idade entre 1 e 4 anos devem receber doses de sarampo e poliomielite, independentemente de situação vacinal.

A poliomielite foi erradicada no Brasil em 1989, já o sarampo havia sido eliminado em 2016, mas voltou a ser registrado este ano.

Saiba quais doenças podem ser evitadas com vacina: