Sarampo
Saúde Sarampo: postos de saúde abrem hoje para vacinar crianças e jovens

Sarampo: postos de saúde abrem hoje para vacinar crianças e jovens

Campanha nacional quer imunizar 3 milhões de brasileiros entre 5 e 19 anos que não receberam as duas doses da vacina

18 mil foram infectados pelo sarampo em 2019

18 mil foram infectados pelo sarampo em 2019

Jurandir Badaró/Futura Press/Estadão Conteúdo

Postos de saúde em todo o Brasil vão funcionar neste sábado (15), no "Dia D" de mobilização contra o sarampo. O objetivo do governo é vacinar crianças e jovens com idade entre 5 e 19 anos.

Segundo o Ministério da Saúde, 3 milhões de brasileiros nessa faixa etária não foram imunizados.

O alerta da campanha é principalmente para os pais, afirmou o ministro da Saúde, Luiz Herique Mandetta.

"O fato de não vacinar pode te gerar uma culpa de perder o filho. Mas a gente tem que alertar que essa negligência, esse esquecimento, essa falta de cumprir uma caderneta de vacinação... o preço pode ser a vida dessa criança."

Leia também: Bebês de 6 a 11 meses estão entre os mais vulneráveis ao sarampo

Na capital paulista, cidade que concentrou grande parte dos casos de sarampo no ano passado, a prefeitura estendeu o limite de idade até 29 anos.

Em 2019, a cobertura vacinal para a primeira dose da tríplice viral no município foi de 98,5%; a da segunda dose foi 85,2%.

As Unidades Básicas de Saúde em São Paulo vão abrir das 8h às 17h. A recomendação é que seja apresentada a caderneta de vacinação, mas isso não é obrigatório.

Quem tem até 29 anos deve tomar duas doses, com um intervalo de um mês entre elas. Entre 30 e 59 anos, apenas uma dose.

Já as crianças, devem ser imunizadas aos 6 meses de idade, aos 12 e aos 15 meses, sendo as duas últimas doses imprescindíveis.

No ano passado, o Brasil registrou 18,2 mil casos de sarampo — 16 mil no estado de São Paulo. Foram 14 mortes em SP e uma em PE. 

Um bebê de oito meses morreu vítima do sarampo no Rio de Janeiro, na noite de quinta-feira (13).