Coronavírus

Saúde Sinovac vai produzir 2 bilhões de doses da CoronaVac por ano

Sinovac vai produzir 2 bilhões de doses da CoronaVac por ano

Empresa chinesa que desenvolveu o imunizante vai dobrar produção com nova fábrica; Butantan já fabrica a vacina no Brasil

  • Saúde | Da EFE

A CoronaVac foi a primeira vacina contra a covid aplicada no Brasil e predomina no país

A CoronaVac foi a primeira vacina contra a covid aplicada no Brasil e predomina no país

Sebastião Moreira/EFE - 21.01.2021

A companhia farmacêutica chinesa Sinovac anunciou nesta sexta-feira (2) que dobrará a produção da vacina que desenvolveu contra o novo coronavírus, a CoronaVac, até chegar a 2 bilhões de doses por ano, graças a construção de uma terceira fábrica manufatureira.

No Brasil, o agente imunizante está sendo produzido em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo, e já está sendo aplicado na população.

A Sinovac informou que, até hoje, cerca de 100 milhões de doses foram aplicadas em mais de 20 países ao redor do mundo, segundo publicou o jornal chinês Global Times.

A CoronaVac utiliza o vírus SARS-CoV-2, que provoca a covid-19, inativado e é administrada em duas doses.

Na última quarta-feira, especialistas da OMS (Organização Mundial da Saúde) afirmaram que a vacina da Sinovac e a da também chinesa Sinopharm demonstraram "segurança e eficácia", com isso, nos próximos dias, pode ser anunciada a autorização para uso emergencial.

O sinal verde da OMS vale para países que não contam com órgãos reguladores do setor de medicamentos, como a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), no Brasil. O México, atualmente, também está aplicando a CoronaVac na população.

Últimas