Novo Coronavírus

Saúde SP: 41,6 % têm anticorpos contra o coronavírus, segundo pesquisa

SP: 41,6 % têm anticorpos contra o coronavírus, segundo pesquisa

Levantamento estima que 3,5 milhões já foram infectados pelo coronavírus; faixa etária de 35 e 44 anos está mais exposta ao vírus

  • Saúde | Do R7

Cerca de 3,5 milhões de pessoas já foram infectadas pelo coronavírus em São Paulo

Cerca de 3,5 milhões de pessoas já foram infectadas pelo coronavírus em São Paulo

Carla Carniel/Reuters - 23.03.2021

Cerca de 41,6 % da população da cidade de São Paulo já possui anticorpos contra o SARS-CoV-2, o que equivale a 3,5 milhões de pessoas já infectadas. A estimativa chega a 48,4% entre os que declaram raça/cor de pele parda e preta e a 51,3% entre pessoas com idade entre 35 e 44 anos, o que significa que estão mais expostos ao vírus.

Não foi detectada diferença de soroprevalência entre vacinados e não vacinados - no período do levantamento, 16,3% já haviam sido imunizados.

Os dados se referem à sexta fase do projeto SoroEpi MSP, formado por cientistas e médicos com o apoio do Grupo Fleury, IPEC, Instituto Semeia e Todos pela Saúde. A pesquisa foi realizada entre os dias 22 de abril e 1º de maio, 58 semanas após o primeiro caso registrado na cidade.

Foram analisadas 1.187 amostras de sangue para identificar o percentual daqueles que foram expostos ao vírus e produziram anticorpos específicos para o SARS-CoV-2.

A soroprevalência aumentou de 29,9% para 41,6%, um acréscimo de 11,7 pontos percentuais de janeiro para abril. "Isso se deve principalmente à chegada da segunda onda ao município. No estrato mais rico, passou de 22,8% para 35,9% e no mais pobre de 36,4% para 47,0%", aponta o relatório.

Pela primeira vez foi detectada uma diferença significante na soroprevalência entre domicílios com 1 e 2 pessoas e com 5 ou mais (34,3% versus 48,2%). "Isso sugere que a transmissão intradomiciliar aumentou", conclui.

Últimas