Novo Coronavírus

Saúde SP tem primeiro dia útil em fase vermelha com escolas abertas

SP tem primeiro dia útil em fase vermelha com escolas abertas

Medidas mais restritivas, que permite funcionamento apenas de medidas essenciais em todo Estado, vale desde sábado (6)

SP segue com aulas presenciais em fase vermelha

SP segue com aulas presenciais em fase vermelha

Kaique Dalapola/R7

São Paulo vive nesta segunda-feira (8) o primeiro dia útil na fase vermelha do Plano São Paulo, que permite o funcionamento apenas de serviços considerados essenciais. Mesmo durante essa etapa com medidas mais restritivas para o combate da pandemia de coronavírus, o Estado segue com as escolas abertas e funcionando presencialmente para estudantes, professores e demais funcionários.

A nova classificação do Estado passou a valer no último sábado (6), e tem previsão de se estender por 15 dias. Nesta fase, funcionam serviços como farmácias, supermercados e padarias, açougues, postos de combustíveis, lavanderias, meios de transportes, oficinas de veículos, atividades religiosas, hoteis, pousadas, bancos, pet shops e serviços de entrega.

Apesar de seguirem abertas, as escolas estão limitadas a 35% do número de alunos matriculados, conforme as regras da atual fase que vive o Estado. O governo paulista segue em discussão sobre uma possível suspensão das aulas presenciais e, como feito no ano passado, iniciar um sistema de ensino à distância.

Na semana passada, o secretário estadual da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, chegou a se manifestar contra as aulas presenciais neste momento de agravamento da pandemia de covid-19. Ele disse que a manutenção das escolas abertas pode implicar em uma série de deslocamentos fora das unidades de ensino, o que contribui com a propagação do vírus.

Por outro lado, o Consed (Conselho Nacional de Secretários de Educação) se posiciona de forma contrária à suspensão das atividades presenciais na rede de ensino de todo país, alegando que a maioria das escolas brasileiras, especialmente na educação pública, está fechada há quase um ano, "com graves prejuízos para aprendizagem e para os aspectos socioemocionais".

Além disso, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo apontou que metade dos alunos de escolas estaduais de São Paulo não acessou a plataforma para acompanhar as aulas à distância implantados pela Secretaria da Educação como forma de impedir o avanço do coronavírus entre abril e dezembro do ano passado.

Saúde

Por questão de segurança, desde a últia sexta-feira (5), novos agendamentos para cirurgias eletivas foram suspensos nos hospitais municipais da capital. As cirurgias que estavam marcadas até esta data serão realizadas. As cirurgias de emergência também serão realizadas normalmente. Os Hospitais Dia continuarão fazendo os agendamentos e as cirurgias sem interrupção.

Transporte

A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes suspendeu o atendimento presencial desde sábado, com início da fase vermelha. As solicitações dos principais serviços poderão ser feitas por e-mail ou pelos canais digitais. O cadastro para isenção do rodízio municipal de veículos também pode ser feito pelo SP156, em processo totalmente on-line.

Cultura

Os atendimentos presenciais de todos os espaços culturais da cidade de São Paulo foram suspensos na fase vermelha. Bibliotecas, centros culturais e outros espaços passam a funcionar apenas através de atividades online. Os eventos para o Mês do Hip Hop e Mês da Mulher, também serão exclusivamente virtuais e com regras rígidas sobre os protocolos de segurança na produção, serão realizados conforme a programação.

Direitos Humanos e Cidadania

A Casa da Mulher Brasileira segue de plantão 24h para atendimento às mulheres vítimas de violência. Os Centros de Cidadania e Referência da Mulher vão funcionar de segunda a sexta das 10h às 16h. Também vão funcionar em horário reduzido, das 10h às 16h, os Centros de Cidadania LGBTI e o Centro de Referência e Atendimento para Imigrantes.

Assistência e Desenvolvimento Social

Os Cras (Centros de Referência de Assistência Social) funcionarão mediante agendamento prévio eletrônico por meio do Portal e da Central 156. Os Creas (Centros de Referência Especializados de Assistência Social), Centros POP e serviços da média complexidade atenderão situações de violações de direitos, seguindo os protocolos sanitários.

Esporte e Lazer

Os Centros Esportivos e os Clubes da Comunidade estão fechados na fase vermelha do Plano São Paulo. O atendimento presencial está suspenso e nenhuma atividade está permitida.

Últimas