Novo Coronavírus

Saúde Vacina de Oxford: melhor dosagem será avaliada por órgão regulador

Vacina de Oxford: melhor dosagem será avaliada por órgão regulador

Estudo mostrou que a vacina teve eficácia de 62% com duas doses completas, mas 90% com aplicação de meia dose e, depois, dose integral

Reuters - Internacional
Dosagem adequada para combater covid ainda não foi definida na vacina de Oxford

Dosagem adequada para combater covid ainda não foi definida na vacina de Oxford

John Cairns/The University of Oxford

O regulador médico do Reino Unido vai examinar todos os dados dos testes com a vacina contra covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford com a AstraZeneca, incluindo qual regime de dosagem é mais adequado para uso, disse a presidente-executiva do órgão regulador nesta quarta-feira (9).

"Nossa análise regulatória é totalmente abrangente. Vamos olhar para todos os dados disponíveis", disse Jane Raine, presidente-executiva da Agência Regulatória de Medicamentos e Saúde (MHRA), a parlamentares, depois que um estudo mostrou que a vacina teve eficácia de 62% em voluntários de testes que receberam duas doses completas, mas de 90% para um sub-grupo menor que recebeu meia dose, depois uma dose integral.

Leia também: Reino Unido emite alerta após reação alérgica à vacina da Pfizer

"Claramente temos grande interesse nas possíveis razões para as diferentes dosagens terem uma eficácia diferente", disse ela.

"A posição é que vamos olhar para cada pedaço de evidência... parte disso será examinar com grande rigor as bases para o regime apropriado de doses."

Últimas