Coronavírus

Saúde Vacina italiana cria anticorpos em 93% dos casos com uma dose

Vacina italiana cria anticorpos em 93% dos casos com uma dose

Ensaios clínicos mostraram que resposta imunológica chega a 99% após duas aplicações do imunizante 

O imunizante italiano está na fase 2 dos testes clínicos

O imunizante italiano está na fase 2 dos testes clínicos

Luis Ascui/EFE/EPA - 05.07.2021

O laboratório ReiThera anunciou nesta segunda-feira (12) que a candidata a vacina italiana contra a covid-19 produziu uma resposta de anticorpos em 93% dos voluntários em um ensaio clínico após a primeira dose, e em 99% após a segunda dose.

O imunizante está na fase dois de testes clínicos e, segundo a empresa, "as respostas de anticorpos (contra a proteína spike Sars-CoV-2 foram alcançadas em mais de 93% dos voluntários por três semanas após a primeira dose, atingindo 99% após a segunda dose".

Cinco semanas depois da primeira vacinação, o nível de anticorpos que se ligam à proteína Spike e neutralizam o vírus é comparável ao de pacientes que se recuperaram da infecção, acrescenta o comunicado.

Por isso, a ReiThera recomenda continuar com a próxima fase de testes - a terceira, já que "a vacina foi bem tolerada na primeira fase e ainda melhor na segunda".

Os efeitos colaterais foram em sua maioria "leves ou moderados e de curta duração", sendo as reações relacionadas a "dor no local da injeção, fadiga, dores musculares e dor de cabeça". Não houve nenhum evento adverso grave.

O estudo teve início em 18 de março e foi realizado em 24 centros clínicos na Itália. Ao todo, participaram 917 voluntários com mais de 18 anos de idade, sendo 25% dos indivíduos com mais de 65 anos e/ou sofriam de condições associadas a um risco aumentado de doença grave em caso de infecção por Sars-CoV-2.

Os voluntários foram randomizados em três grupos e, com base nisso, receberam uma única dose da vacina seguida de uma dose de placebo; duas doses de vacina; ou duas doses de placebo, todas com intervalo de três semanas entre as duas administrações. 

Últimas