Saúde Vacinação contra gripe alcança 45% do público-alvo após 'Dia D'

Vacinação contra gripe alcança 45% do público-alvo após 'Dia D'

Segundo Ministério da Saúde, 26,9 milhões de pessoas já foram imunizadas; vacina está disponível na rede pública até dia 31 para grupos prioritários

Após Dia D, vacinação contra gripe alcança 45% do público-alvo

A vacina trivalente protege contra os vírus H1N1, H3N2 e Influenza B

A vacina trivalente protege contra os vírus H1N1, H3N2 e Influenza B

Edson Hatakeyama/ASCOM/SMS

Cerca de 5,5 milhões de pessoas foram vacinadas no sábado (4), 'Dia D' de mobilização nacional, segundo o Ministério da Saúde. Com isso, cerca de 26,9 milhões de pessoas já foram vacinadas, o que equivale a 45% do público-alvo. 

A campanha nacional de vacinação vai até dia 31 em todo o país.

Leia também: Entenda a diferença entre gripe e resfriado

A vacina trivalente protege contra três subtipos do vírus da gripe (H1N1, H3N2 e Influenza B). É oferecida pela rede pública a grupos vulneráveis que são grávidas, puérperas (com até 45 dias após o parto), crianças entre 6 meses e 6 anos, idosos, profissionais da saúde, professores, pessoas com doenças crônicas, indígenas, presidiários e adolescentes que cumprem medidas socioeducativas.

Leia também: Ministro da Saúde vacina homem contra gripe e diz: 'Não tenha medo'

Profissionais das forças de segurança e salvamento, que inclui policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas, foram incluídos na campanha deste ano.

Até o momento, as puérperas registram a maior cobertura vacinal, com 64% do grupo vacinado. Em seguida estão idosos (52,5%), gestantes (51,2%), crianças (48%) e indígenas (45,1%).

Os grupos que menos se vacinaram foram os profissionais das forças de segurança e salvamento (10,9%), população privada de liberdade (11,9%), pessoas com comorbidades (34,3%), funcionários do sistema prisional (35,8%), trabalhadores de saúde (40,3%) e professores (41,2%).

Saiba mais: ‘Gripe parece bobagem, mas mata 900 por ano no país’, diz especialista

Os Estados com maior cobertura são Amazonas (88,8%), onde há surto da doença, Paraná (38,8%), Amapá (72,65%), Espírito Santo (58%), Alagoas (32,2%) e Rondônia (54,8%).

Já as menores cobertura foram registradas no Rio de Janeiro (28,11%) Pará (31,9%), Roraima (34,2%) e Acre (35,2%).

Tire todas as suas dúvidas sobre a vacina da gripe: