Venezuela confirma dois primeiros casos de coronavírus 

Delcy Rodríguez, vice-presidente do país, disse que os pacientes são venezuelanos que voltaram de Madri, na Espanha, nos dias 5 e 8 de março

Delcy Rodríguez é vice-presidente da Venezuela

Delcy Rodríguez é vice-presidente da Venezuela

Sergei Chirikov / EFE - 1.3.2019

A vice-presidente da Venezuela, Delcy Rodríguez, disse nesta sexta-feira (13) que "dois casos de coronavírus foram confirmados" no país e, ainda, pediu quarentena preventiva para os viajantes que chegaram de viagem a Madri, na Espanha, nos dias 5 e 8 de março.

"Na madrugada de hoje, dois casos de coronavírus foram confirmados na Venezuela por meio de testes. Dois cidadãosvenezuelanos: Um de 41 anos, que viajou recentemente para os Estados Unidos, Itália e Espanha e outro caso de um homem de 52 anos, da Espanha", disse em comunicado na televisão pública do país. 

Veja também: Roraima pede fechamento de fronteira por coronavírus

Os dois pacientes são moradores do estado de Miranda, na região central do país, e, segundo a autoridade local, "os casos são isolados e todos que tiveram contato com eles identificados." 

Por conta das confirmações, todos os passageiros dos voos Iberia IB6673, de 5 e 8 de março, que partiram de Madri, entrassem em "quarentena preventiva obrigatória."

"É importante que todas as medidas mencionadas sejam atendidas pelo povo venezuelano com grande disciplina e responsabilidade. O isolamento é obrigatório, pois o vírus se espalha muito rapidamente", afirmou.

O presidente Nicolás Maduro também anunciou a suspensão das aulas a partir da próxima segunda-feira (16), em todos os níveis de ensino.

Na quinta-feira (12), o governo local comunicou a suspensão por um mês de todos os voos da Europa e Colômbia, como reforço aos processos preventivos "em nível internacional."

A Venezuela, antes mesmo da confirmação dos dois primeiros casos, já havia declarado "estado de emergência" no sistema de saúde do país e, ainda, cancelado grandes concentrações de pessoas, de qualquer natureza, no território.

Veja como se prevenir contra o coronavírus