Novo Coronavírus

Saúde Vice-presidente do Irã é um dos 245 casos de coronavírus no país

Vice-presidente do Irã é um dos 245 casos de coronavírus no país

Masoumeh Ebtekar, vice-presidente para Assuntos da Mulher e da Família, está em quarentena na própria casa; 26 mortes foram registradas no país

  • Saúde | Do R7, com EFE

Masoumeh foi diagnosticada com Covid-19

Masoumeh foi diagnosticada com Covid-19

Abedin Taherkenareh / EFE - 29.1.2019

Masoumeh Ebtekar, uma das vice-presidentes do Irã, foi diagnosticada com a Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, que já teve 245 casos confirmados no país. 

Ebtekar, que é vice-presidente para Assuntos da Mulher e da Família, está em quarentena na própria casa, segundo veiculou nesta quinta-feira (27) a emissora pública de televisão do país.

A confirmação do caso positivo para a vice-presidente ocorreu um dia depois da política ter começado a apresentar os sintomas da enfermidade, ainda de acordo com as informações do canal de TV local.

26 pessoas morreram no Irã por Covid-19

No Irã, o coronavírus segue se expandindo com rapidez, e hoje foram divulgados 106 novos casos, além de sete mortes. No total, os números oficiais apontam para 245 infectados, sendo que 26 deles faleceram.

Mais sete pessoas morreram entre os 106 novos casos de contágio do novo coronavírus registrados nas últimas 24 horas no Irã, conforme anunciou nesta quinta-feira o Ministério da Saúde, o maior aumento desde que começaram a divulgar os números.

O porta-voz do Ministério, Kianush Yahanpur, informou que esses novos casos confirmados elevam para 245 o número de infectados no país, das quais 26 pessoas faleceram.

A maioria das novas infecções foi diagnosticada na província de Teerã, com 38 casos, e no norte de Guilan, com 23, segundo dados de Yahanpur.

Universidades seguem fechadas

As autoridades iranianas também decidiram estender o fechamento das universidades durante a próxima semana, além da suspensão de todos os tipos de eventos, esportivos, culturais e religiosos, devido ao aumento nos casos de coronavírus.

Yahanpur explicou que os eventos esportivos são adiados ou serão realizados sem espectadores e que shows, conferências, exposições ou celebrações como casamentos não serão realizados, pelo menos por uma semana.

Quanto à questão religiosa, muito importante para o sistema da República Islâmica, ele indicou que as peregrinações e orações muçulmanas em massa na sexta-feira são limitadas.

As aulas nas universidades, suspensas ao longo desta semana, continuarão sendo canceladas a partir do próximo sábado, o primeiro dia de aulas no Irã.

Últimas