Voce e o Doutor Você e o Doutor: Diferenças entre intolerância e alergia alimentar

Você e o Doutor: Diferenças entre intolerância e alergia alimentar

Diagnóstico correto garante qualidade de vida; já existe no Brasil exame que identifica intolerância a 220 alimentos

O diagnóstico correto é essencial para garantir qualidade de vida a quem tem intolerância ou alergia alimentar. Mesmo com mecanismos e sintomas distintos, os problemas podem ser confundidos sem uma orientação médica adequedada.

Neste episódio, o médico Antonio Sproesser explica as diferenças entre elas, desde sintomas e os processos no organismo até diagnósticos e tratamentos. "Na intolerância alimentar, o corpo tem dificuldade de fazer a digestão para determinados alimentos e os sintomas são locais: diarreia, náusea e gases. Já na alergia, o corpo inteiro joga anticorpos, geralmente IgE, Imunoglobulina E, levando a uma reação no corpo inteiro, sendo muitas vezes necessário ir até ao hospital", afirma.

Geralmente a alergia alimentar ocorre contra uma proteína, por exemplo do leite, do ovo ou da soja. "Muitas vezes o corpo não reconhece essa substância e produz anticorpos", diz. "Pode provocar erupção na pele, coceira, mucosas ficam inchadas, não respira direito", acrescenta.

Para explicar a diferença em relação à intolerância, o médico usa o exemplo do leite. "Além da proteína, o leite tem um açúcar chamado lactase. Há pessoas que nascem sem a enzima que quebra a lactase, não conseguindo fazer a digestão desse alimento, o que vai dar desconforto abdominal".

Atualmente alguns laboratórios no Brasil já fazem exames de sangue que identificam a intolerância a 220 tipos de alimentos.

Ouça o podcast:

Últimas