Apple
Tecnologia e Ciência Apple enfrenta ação na França por redução da vida útil de produtos

Apple enfrenta ação na França por redução da vida útil de produtos

Epson também é acusada de utilizar obsolência programada em impressoras

Apple enfrenta ação na França por redução da vida útil de produtos

Apple também enfrenta ações nos EUA por tornar iPhones mais lentos

Apple também enfrenta ações nos EUA por tornar iPhones mais lentos

Aly Song/Reuters

A fabricante de smartphones Apple e a fabricante de impressoras Epson estão enfrentando ações legais na França por uma suposta redução da vida útil de seus produtos para estimular a demanda.

A associação de proteção ao consumidor francesa chamada “HOP” - equivalente a “Parem a Obsolescência Planejada” - apresentou queixas preliminares na Justiça contra os dois grupos devido às acusações.

A HOP disse que apresentou uma queixa contra a Apple em Paris na quarta-feira. Um promotor abriu uma investigação contra a Epson no mês passado, disse uma fonte judicial nesta quinta-feira, após uma queixa ter sido apresentada pela HOP em setembro em um tribunal no subúrbio parisiense de Nanterre.

Laetitia Vasseur, cofundadora da HOP, disse à Reuters que o objetivo de ambas as queixas é garantir a aplicação da lei francesa de proteção ao consumidor, que foi alterada em 2015 para incluir a noção de obsolescência planejada.

A Apple já está enfrentando ações judiciais nos Estados Unidos por acusações de ter fraudado usuários do iPhone ao deixar os dispositivos mais lentos sem aviso prévio para compensar o fraco desempenho das baterias.

Esses processos foram instaurados depois que a Apple disse na semana passada que as atualizações do sistema operacional lançadas desde o “ano passado” para o iPhone 6, iPhone 6s, iPhone SE e iPhone 7 incluíram um recurso que deixa os telefones mais lentos para compensar o mau desempenho das baterias. Os telefones sem o ajuste desligariam abruptamente por precaução projetada para evitar a queima de componentes.

De acordo com a lei francesa, companhias correm o risco de serem multadas em até 5 por cento de suas vendas anuais por reduzirem deliberadamente a vida útil de seus produtos para impulsionar a demanda ou substituí-los.

Uma porta-voz da Epson França disse que a Epson nega as acusações feitas pela associação HOP. Ela acrescentou que a Epson está trabalhando com as autoridades sobre o assunto e que a qualidade de seus produtos é de máxima importância para a companhia.

Representantes da Apple na França não foram encontrados imediatamente para comentar.

    Access log