Apple
Tecnologia e Ciência 'Apple está lançando novidades atrasadas', diz especialista

'Apple está lançando novidades atrasadas', diz especialista

Professor da FGV aponta que recursos do novo iPhone 11 foram antecipados pelas fabricantes de smartphones asiáticas em outros anos

Apple

iPhone 11 teve com diferencial uma câmera traseira tripla

iPhone 11 teve com diferencial uma câmera traseira tripla

Stephen Lam/Reuters - 10.09.2019

A Apple apresentou na terça-feira (10) o novo iPhone 11. O modelo é o substituto da versão XS e XS Max que foram lançadas no ano passado. Apesar da expectativa e de todos os rumores que circularam na internet, a marca não surpreendeu quem acompanhas os avanços da tecnologia.

O professor da FGV, Arthur Igreja, especialista em tecnologia e inovação, acredita que com relação ao iPhone, a Apple está bem atrasada no que diz respeito às novidades.

"A Apple está lançando “novidades” atrasadas já faz algum tempo", diz Igreja.

A câmera traseira de três lentes do iPhone 11 foi um diferencial do novo modelo em comparação com a versão apresentada no ano passado. Enquanto isso, as concorrentes já apostam em aparelhos com quatro e até cinco lentes.

Leia mais: iPhone 11: conheça todos os detalhes do lançamento da Apple 

A Samsung, por exemplo, lançou o A7 que conta com uma câmera traseira tripla em 2018. O modelo ainda nem era o principal lançamento do ano da empresa sul-coreana.

"Os lançamentos da Apple perderam completamente o frescor, a aura de novidade. A distância da Apple daquilo que já existe está reduzindo?", questiona o professor.

A atualização do sistema operacional para o iOS 13 também tem sido alvo de comentários por lançar recurso já conhecidos dos usuários.

A Apple destaca a possibilidade de digitar arrastando o dedo pelas teclas como algo diferencial. No entanto, o recurso que busca agilizar a troca de mensagens existe nos celulares Android há quase 10 anos.

Leia também: Novo iPhone 11 ou cooktop? Confira os memes do lançamento da Apple

O especialista ressalta que as concorrentes do outro lado do mundo estão influenciando da concorrente do Vale do Silício. "Já começamos a ver algumas tecnologias, primeiramente, sendo lançadas na China, para depois na Coreia, seguido pelos EUA, quando sempre aconteceu o fluxo contrário"

Veja também:

iPhone, iPad e Watch: veja todas as novidades apresentadas pela Apple