Aprenda como economizar na conta do celular em viagens internacionais

O roaming de dados pode ser o grande vilão nos gastos, já que operadoras cobram a mais quando o aparelho é usado fora da área de cobertura

Pixabay

Se você gosta muito de viajar com a maior economia possível, é melhor ficar atento ao seu celular porque ele pode ser um vilão para as contas. O motivo é o roaming de dados. Mas o que é isso?

Em uma viagem, é comum que o celular fique fora de área de cobertura, ou seja, um código de área, como DDD ou local em que a operadora contratada não tem infraestrutura. Quando isso acontece, o aparelho precisa de uma segunda rede para que a linha continue funcionando. O número de DDD indica a origem do chip.

Ao atender essa chamada longe da área de origem, o aparelho faz o chamado roaming de voz ou de dados. Se a viagem é de dentro do Brasil, não tem problema, porque as operadoras não costumam cobrar por isso. Mas as coisas mudam fora do país. No Japão, por exemplo, o roaming para operadoras brasileiras vai de R$ 33 a R$ 80 por dia. 

Aprenda como frear esses gastos na reportagem do JR News, da Record News