Tecnologia e Ciência Ataques virtuais relacionados ao saque do FGTS crescem 100%

Ataques virtuais relacionados ao saque do FGTS crescem 100%

Empresa especializada em segurança digital diz bloquear 13 mil ações de cibercriminosos todos os dias desde a liberação da Caixa

FGTS

FGTS é a nova isca de cibercriminosos para atrair vítimas para golpes online

FGTS é a nova isca de cibercriminosos para atrair vítimas para golpes online

Pixabay

Os brasileiros podem solicitar o saque de até R$ 500 por conta ativa e inativa do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) desde 13 de setembro. O assunto teve grande repercussão no noticiário por conta das dúvidas da população e chamou a atenção dos cibercriminosos.

Leia também: Brasil é o 2º país com mais ataques virtuais que sequestram dados

Após a liberação da Caixa Econômica Federal, a Kaspersky, especializada em segurança digital, identificou um crescimento de 100% nas mensagens de phishing usando o nome do banco, em média 13 mil por dia.

Esse tipo de crime digital tem como objetivo roubar dados e informações pessoais ou instalar programa maliciosos. Uma das estratégias usadas é utilizar o registro de domínios com nomes similares ao de sites verdadeiros e conhecidos na internet.

A Kaspersky também identificou o aplicativo falso "Saque FGTS – Nova Regra", que teve mais de 100 mil downloads na Google Play, loja oficial de apps para smartphones Android.

App falso que foi encontrado para download na Google Play

App falso que foi encontrado para download na Google Play

Reprodução

Leia mais: Um guia de como verificar se uma notícia é falsa antes de mandar no grupo da família

Após fazer baixar o app, a vítima passa a receber uma grande quantidade de anúncios intrusivos, por tratar de um adware. A empresa de segurança diz ter notificado o Google sobre o app falso disponibilizado na plataforma.

“Sempre recomendamos aos usuários ficarem atentos aos canais oficiais das empresas. Nesse caso, o banco que realiza a liberação do saque está divulgando dicas de segurança de como costumam entrar em contato, quais informações são solicitadas e quais não e, inclusive, qual é o nome do app oficial”, explica Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky.

A Caixa esclarece que não envia mensagens sobre saques das contas vinculadas do FGTS ou que solicite senhas, dados ou informações pessoais do trabalhador.  O banco orienta que os trabalhadores busquem informações sobre o FGTS disponíveis nos canais oficiais do banco na internet, no endereço fgts.caixa.gov.br, no App FGTS, no telefone 0800 726 0207 ou em suas agências.

A Caixa também alerta também que não envia links, não solicita agendamento de atendimento presencial, ou pede confirmação de dispositivo ou acesso à conta por e-mail, SMS ou Whatsapp. 

O R7 entrou em contato com o Google, mas não recebeu nenhuma resposta até a publicação desta matéria.

Veja também:

Conheça 7 armadilhas usadas para aplicar golpes pelo WhatsApp