Facebook
Tecnologia e Ciência Brasil investiga integração entre WhatsApp, Messenger e Instagram 

Brasil investiga integração entre WhatsApp, Messenger e Instagram 

Ministério Público irá verificar se a decisão de Mark Zuckerberg está de acordo com as normas de proteção de dados do país

facebook

Integração de plataformas deverá seguir normas de proteção de dados do Brasil

Integração de plataformas deverá seguir normas de proteção de dados do Brasil

Pixabay

O Ministério Público do Distrito Federal (MPDF) abriu na segunda-feira (11) uma investigação para acompanhar as consequências da integração entre WhatsApp, Messenger e Instagram, segundo portaria de instauração da apuração obtida pela Reuters.

O procedimento administrativo foi aberto pelo promotor de Justiça Frederico Meinberg Ceroy após decisão do presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, de integrar as três plataformas de comunicação.

O representante do MP, que coordena a Unidade Especial de Proteção de Dados de Inteligência Artificial (Espec), acompanhará esse processo para verificar se ele está de acordo com as normas brasileiras de proteção de dados.

Após a autuação, o MP vai notificar o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) informando a instauração do procedimento administrativo.

Veja também: 

Robô de quatro pernas consegue realizar saltos mortais com precisão