Carro autônomo faz viagem mais longa e complexa do Reino Unido

Veículo percorreu 370 quilômetros em estradas com circulação de veículos convencionais guiados por motoristas

Nissan Leaf durante pausa em demonstração em vias públicas em Londres, no Reino Unido

Nissan Leaf durante pausa em demonstração em vias públicas em Londres, no Reino Unido

Peter Nicholls/Reuters/Foto de arquivo

Um veículo autônomo da Nissan completou uma viagem de 370 quilômetros no Reino Unido, a mais longa e complexa do país à medida que as montadoras correm para desenvolver tecnologias autônomas que estão revolucionando o setor.

O Reino Unido está tentando atrair fabricantes de veículos autônomos, na esperança de conquistar uma fatia de um setor que, estima-se, pode valer cerca de 900 bilhões de libras em todo o mundo em 2035.

O Nissan LEAF realizou a viagem de 370 quilômetros do centro técnico europeu da montadora japonesa em Cranfield, no sul da Inglaterra, até sua fábrica de Sunderland, no nordeste, utilizando estradas com veículos convencionais.

"O projeto nos permitiu desenvolver um veículo autônomo que pode enfrentar os desafios encontrados nas estradas do Reino Unido que são exclusivas para esta parte do mundo, com rotatórias complexas e pistas de alta velocidade sem sinalizações, linhas brancas ou meio-fio", disse Bob Bateman, gerente de projetos do Nissan Technical Center.

O projeto, conhecido como HumanDrive e liderado pela Nissan como parte de um consórcio, também recebeu investimento do governo do país.

A Nissan havia dito anteriormente que a abordagem flexível do Reino Unido para testar veículos autônomos a ajudou a escolher Londres para seus primeiros testes na Europa em 2017, quando um veículo sem motorista percorreu cerca de 80 quilômetros a cada hora.

Mas o avanço dos carros autônomos em todo o mundo foi prejudicado por preocupações de segurança e problemas relacionados à responsabilidade do seguro.

"A conclusão segura da maior viagem de unidade autônoma no Reino Unido é uma conquista incrível para a Nissan e o consórcio HumanDrive, e um grande passo em direção à implantação de carros sem motorista nas ruas do Reino Unido", disse o ministro júnior de negócios Nadhim Zahawi.

Leia também:

Youtuber implanta no braço chip para ligar carro elétrico da Tesla