Tecnologia e Ciência Cosmonautas encontram novas rachaduras na Estação Espacial

Cosmonautas encontram novas rachaduras na Estação Espacial

Autoridades já tinham alertado para o envelhecimento dos equipamentos e informaram que as fissuras podem se ampliar 

Autoridades informam que as fissuras podem se ampliar ao longo do tempo

Autoridades informam que as fissuras podem se ampliar ao longo do tempo

NASA/Roscosmos/Divulgação via REUTERS

Cosmonautas descobriram novas rachaduras em um segmento da Estação Espacial Internacional (ISS na sigla em inglês) que podem se ampliar, disse uma autoridade de alto escalão nesta segunda-feira (30), o mais recente de uma série de contratempos.

"Fissuras superficiais foram encontradas em alguns lugares do módulo Zarya", disse Vladimir Solovyov, engenheiro-chefe da empresa de foguetes e espaço Energia, à agência de notícias RIA. "Isto é ruim, e leva a crer que as fissuras começarão a se ampliar com o tempo." Ele não disse se as rachaduras causaram um vazamento de ar.

Leia mais: Astronautas compartilham como é dia a dia em Estação Espacial

A autoridade espacial havia dito que grande parte do equipamento da estação está começando a envelhecer e alertou que pode haver uma "avalanche" de equipamentos quebrados depois de 2025.

A estação espacial sofreu vários incidentes recentemente. No mês passado, autoridades russas disseram que um problema de software e um possível lapso de atenção humana foram responsáveis por deixar a estação fora de controle.

Propulsores a jato do módulo russo de pesquisa Nauka religaram acidentalmente algumas horas depois de este ter atracado, fazendo todo o posto avançado orbital sair de sua posição de voo normal com sete tripulantes a bordo.

Ainda em julho, a agência espacial russa Roscosmos também relatou uma queda de pressão no módulo de serviço Zvezda, que fornece habitações aos tripulantes da estação, que foi causada por um vazamento de ar.

A Roscosmos diz que continuará sendo parte da estação espacial até 2024 e que está disposta a prorrogar sua participação.

Últimas