Criador do WhatsApp critica bloqueio do app no Brasil

"É triste ver o Brasil se isolar do resto do mundo", afirma Jan Koum em seu perfil no Facebook

Portagem do criador do WhatsApp no Facebook aponta que proibição é míope

Portagem do criador do WhatsApp no Facebook aponta que proibição é míope

Reprodução/Facebook

Depois de Mark Zuckerberg condenar o bloqueio do WhatsApp no Brasil, foi a vez de um dos criadores do aplicativo, Jan Koum, atualmente no Facebook, criticar a proibição. Uma decisão da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo (SP) determinou que o serviço permaneça bloqueado por 48 horas, a partir desta quinta-feira (17).

Em um post em seu perfil oficial no Facebook, o criador do aplicativo afirma que a decisão é "míope".

— Estamos desapontados com a decisão míope para cortar o acesso à WhatsApp, uma ferramenta de comunicação que tantos brasileiros passaram a depender, e triste de ver o Brasil isolar-se do resto do mundo.

VEJA TAMBÉM: Confira 7 aplicativos alternativos para continuar se comunicando

Nas redes sociais, vários usuários utilizaram memes para comentar a queda do serviço. Por meio de aplicativos alternativos, é possível driblar a proibição. O WhatsApp foi fundado por Koum e seu colega de trabalho Brian Acton em 2009 e vendido para o Facebook por US$ 16 bilhões.

De acordo com Zuckerberg, o serviço tem mais de 100 milhões de usuários no Brasil.

Últimas