Facebook

Tecnologia e Ciência Dez provas de que Mark Zuckerberg vai controlar o seu futuro

Dez provas de que Mark Zuckerberg vai controlar o seu futuro

Acredite se quiser, o criador da maior rede social do planeta também é dono sua vida

Parabéns, Mark!

Parabéns, Mark!

Reprodução/Facebook
Ele é dono do seu WhatsApp...

Ele é dono do seu WhatsApp...

Reprodução Facebook

Nesta quinta-feira (14), o criador do Facebook completa seus 31 anos de vida como um dos nomes mais reconhecidos do mundo da tecnologia. Nascido em White Plains, Nova York, em 1984, o cofundador e CEO da rede social mais popular do mundo tem uma fortuna líquida estimada em US$ 34,8 bilhão (cerca de R$ 100 bilhões) de acordo com a revista norte-americana Forbes.

Tem alguma dúvida? Com pouco mais de três décadas de vida, o geek mudou a forma como as pessoas se conectam no mundo e foi além, construindo um verdadeiro império. Veja dez coisas que ele vai influenciar no seu cotidiano agora e no futuro.

1 - Privacidade

Ok, hoje ainda há pessoas que se preocupam com suas postagens em redes sociais. Mas, a grande verdade, é que Mark iniciou uma era de exposição. As pessoas não ligam mais em divulgar sua localização, pensamentos ou qualquer outra coisa em troca de curtidas, elogios e "bombar nas redes".

2 - Games

Para muitas pessoas, a vida se divide em antes e depois de Candy Crush. Antes, The Sims Social... E, antes dele, os jogos de fazendinha e... Bom, antes deles, não tinha muita coisa que valesse a pena. Mark não só contribiu para popularizar esse tipo de game social, como quase quebrou a Zynga depois de mudanças no algoritmo do Facebook.

3 - Realidade virtual

Aproveitando o gancho dos games, não podemos nos esquecer que uma das empresas mais promissoras nesse ramo está nas mãos de Zuckerberg - a Oculus VR. A companhia que criou o Oculus Rift é apontada por muitos como o futuro da realidade virtual e, talvez, dos games.

E do Oculus Rift também!

E do Oculus Rift também!

Oculus VR

4 - Notícias

Além de reunir páginas de vários veículos diferentes por conta da sua audiência, o Facebook também pretende melhorar o consumo de notícias na rede. Com o recurso Instant Articles, anunciado nesta quarta-feira, a rede social quer ajudar os usuários de dispositivos mobile a consumir informações

5 - Relacionamentos

Quem é que nunca "tomou um toco" em uma rede social depois de postar um comentário? Bom, querendo você ou não, o Facebook ajuda a você conhecer melhor as opiniões dos seus amigos a cada nova polêmica. Sem falar das várias vezes em que acabamos fazendo amizade com aquela pessoa que concorda os nossos comentários no Facebook. Ah, nem comentei o WhatsApp

6 - Comunicação

WhatsApp, Facebook, Instagram. Esses três nomes trafegam uma quantidade difícil de imaginar de dados: texto, vídeos, fotos, emojis. Todas essas empresas de Mark Zuckerberg são capazes de ditar a forma como as pessoas se comunicam e armazenar a comunicação do mundo todo. Sem falar de uma outra situação: ah, as amadas ligações usando a internet. Sim, amigo, você só precisa comprar o chip.

7 - Internet.org

A parceria com várias operadoras e governos do mundo para levar internet "de graça" para lugares distantes e de difícil acesso é outro exemplo de como o Facebook pode construir o futuro. Mais pessoas conectadas, mais legal, certo? Certo, mas isso também garante mais usuários aos Facebook, mais dados para venda de anúncios e, bom, não existe realmente essa coisa de lanchinho grátis, não é mesmo?

Saiba como o Facebook pode detonar sua vida pessoal

Fanáticos pela rede social poderão morar na "cidade do Facebook"

8 - Cultura

Apesar de ser a plataforma de publicação, é impossível negar que o Facebook (e seu temido algoritmo) tem papel decisivo ao escolher o que pode ou não "ser legal" dentro da rede social. Além de brincar com as emoções dos usuários, Mark também tem o poder de "dar uma forcinha" para esse ou aquele discurso. Sem comentar que o próprio Zuckerberg tem sua conta de responsabilidade na popularização da ideia de que geek é legal. Você sabe, com filme e tudo mais... Valeu, por essa, Mark!

9 - Negócios

Tá, o cara tem algumas empresas que juntas valem bilhões de dólares... Mas, e a possibilidade de mandar dinheiro pela rede social deixa o "seu Mark" mais próximo de se tornar um dos banqueiros mais populares e conhecidos do mundo, ou estou viajando muito?

10 - Amizades

Quem nunca percebeu que não gostava tanto daquele amigo da época do colégio depois de "levar um toco" no seu comentário sobre política, esportes, relacionamentos? E então, num momento iluminado, alguém foi lá e postou concordando com você. Então, são essas pessoas que você vai adicionar! Pronto, mais um ponto para o "tio Zuck" mexendo na hierarquia social da sua vida.

Últimas