Tecnologia e Ciência Diretor da Huawei diz que governo chinês não se envolve em negócios 

Diretor da Huawei diz que governo chinês não se envolve em negócios 

Fabricante de smartphones enfrenta um intenso questionamento de países ocidentais devido ao seu relacionamento com a China

Governo chinês não se envolve com negócios da Huawei

Huawei enfrenta um intenso questionamento de países ocidentais

Huawei enfrenta um intenso questionamento de países ocidentais

REUTERS/Wolfgang Rattay

 O chefe da chinesa Huawei disse a um jornal alemão que o governo chinês não se envolve com os negócios da empresa, acrescentando que a empresa trabalharia para ser aberta e transparente no debate sobre o assunto de segurança das redes móveis.

Leia também: Dono sai em defesa da Huawei: 'Os EUA não têm como nos destruir'

A Huawei, maior produtora de aparelhos de telecomunicações do mundo, enfrenta um intenso questionamento de países ocidentais por causa de seu relacionamento com o governo chinês e das alegações de permitir espionagem estatal, com os Estados Unidos pedindo que seus aliados não usem sua tecnologia.

"O Estado não tem participação na Huawei e fica fora do nosso negócio", disse Dennis Zuo, diretor da Huawei na Alemanha, ao jornal Handelsblatt.


Tudo o que você precisa saber sobre a superlua desta terça-feira