Facebook
Tecnologia e Ciência Facebook anuncia compra do WhatsApp por R$ 38 bilhões

Facebook anuncia compra do WhatsApp por R$ 38 bilhões

Parte do pagamento será em ações. Dono do aplicativo passa a integrar conselho do Facebook

Facebook anuncia compra do WhatsApp por R$ 38 bilhões

WhatsApp domina mercado de mensagens com 400 mi de usuários

WhatsApp domina mercado de mensagens com 400 mi de usuários

Reprodução

O Facebook anunciou nesta quarta-feira (19) que chegou a um acordo definitivo para adquirir o WhatsApp, aplicativo de troca de mensagens via smartphones.

A compra foi fechada por 16 bilhões de dólares (R$ 38 bilhões), sendo 4 bilhões de dólares (R$ 10 bilhões) em dinheiro e 12 bilhões de dólares (R$ 28 bilhões) em ações.

Facebook cria novas opções de gênero para usuários escolherem

A notícia foi divulgada a partir de um documento entregue pela empresa de Mark Zuckerberg à SEC (Securites and Exchange Comission), comissão responsável por fiscalizar as atividades das companhias abertas dos Estados Unidos.

Conheça dez histórias de vida que o Facebook mudou

O Facebook deve usar mais 3 bilhões de dólares (R$ 7 bilhões) para doações de ações a empregados do Whatsapp. O fundador do WhatsApp, Jan Koum, vai se juntar ao Facebook como executivo, tornando-se parte do conselho diretor da rede social.

"A aquisição destaca a missão compartilhada do Facebook e do WhatsApp de oferecer maior conectividade ao mundo ao fornecer serviços básicos de internet de forma acessível e eficiente", informou o comunicado do Facebook.

— O WhatsApp está a caminho de atingir 1 bilhão de usuários — afirmou Zuckerberg, segunda a nota.

Segundo o Facebook, o WhatsApp tem 450 milhões de usuários — cerca de 70% são ativos. O aplicativo segue em crescimento, recebendo cerca de 1 milhão de novos usuários por dia.

No passado, já correram boatos de compra do WhatsApp pelo Google e pelo próprio Facebook.