Tecnologia e Ciência Google suspende negócios com Huawei após decreto de Trump

Google suspende negócios com Huawei após decreto de Trump

Proibição de fazer negócios com empresas norte-americanas faz gigante chinesa perder direito de usar o Android em seus produtos

Google anunciou que cortou parte de suas relações comerciais com a Huawei

Google anunciou que cortou parte de suas relações comerciais com a Huawei

Pixabay

O Google anunciou que cortou parte de suas relações comerciais com a Huawei. Os produtos da empresa Chinesa não poderão mais usar o sistema operacional Android e, por consequência, seus usuários perdem o acesso ao Gmail, ao Google Maps e até ao Google Play pelos celulares da marca.

leia mais: Como medidas do Google afetam usuários dos smartphones da Huawei

Na semana passada, Donald Trump incluiu a Huawei em uma lista de empresa que estariam proibidas de fazer negócios no país. 

As suspeitas de que os equipamentos da marca chinesa estariam sendo usados por Pequim para espionar os EUA motivaram as restrições impostas pela Casa Branca. A empresa afirma ser privada e não ter relação com o governo Chinês.

Leia também: Huawei diz que continuará atualizando aparelhos Android

Atualmente, a Huawei é a segunda maior fabricante de celulares do mundo e está desenvolvendo equipamento para conexões 5G, a quinta geração de internet móvel.

O receio é que essa tecnologia seja usada para espionar outros países. Além dos EUA, Nova Zelândia e Austrália suspenderam a instalação desses equipamentos por questão de segurança nacional. 

Leia também:

Truque 'mostra' quem está ligando mesmo com o celular no bolso

Últimas