Mercado de dispositivos 'vestíveis' deve crescer 62% em 2020, projeta IDC

Mercado de dispositivos 'vestíveis' deve crescer 62% em 2020, projeta IDC Por Giovanna Wolf São Paulo, 05/02/2020 - - De acordo com previsão da IDC Brasil divulgada nesta quarta-feira, 5, o mercado de relógios e pulseiras inteligentes "vestíveis" deve crescer 62% em unidades no País neste ano - em valor, o setor deve crescer 73%, sendo avaliado em US$ 480 milhões no Brasil. "Esse mercado está deixando de ser premium e está começando a atingir usuários de médio poder aquisitivo", afirmou Reinaldo Sakis, analista da IDC. Ele afirma também que os relógios e pulseiras dominam praticamente todo o mercado de vestíveis no Brasil, mas que os fones de ouvido sem fio, os chamados earbuds, também estão ganhando espaço. A IDC não divulgou números específicos sobre os earbuds. As projeções apontam ainda crescimento para o mercado de caixas de som inteligentes de 50%. A alta, segundo a IDC, será motivada principalmente pela chegada de assistentes de voz em português no Brasil - o Google Assistant já está disponível no idioma desde 2017, mas, no ano passado, a Amazon lançou a Alexa no País. Além disso, a diminuição dos preços dos produtos e a disponibilidade de assistência técnica devem atrair usuários. Tecnologias de casa conectada devem aumentar a presença nas residências brasileiras. A IDC prevê que o mercado cresça 55% em unidades, graças à diminuição de preços e aumento de competição entre marcas.