Tecnologia e Ciência Módulo do Rosetta se prepara para aterrissar amanhã em cometa

Módulo do Rosetta se prepara para aterrissar amanhã em cometa

A separação do módulo deve ocorrer às 7h03, e a aterrissagem está programada para sete horas mais tarde

Módulo do Rosetta se prepara para aterrissar amanhã em cometa

O ponto de aterrissagem, batizado de Agilkia, está situado perto de uma depressão cheia de rochas

O ponto de aterrissagem, batizado de Agilkia, está situado perto de uma depressão cheia de rochas

ESA/Rosetta/NAVCAM

O módulo Philae, da sonda espacial Rosetta, está se preparando nesta terça-feira para a aterrissagem programada para amanhã no cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko, operação sob a coordenação da Agência Espacial Europeia (ESA).

A separação do módulo deverá ocorrer por volta das 7h03 (de Brasília), e a aterrisagem está programada para sete horas mais tarde, informou a ESA, que transmitirá a operação e seus preparativos a partir de hoje em sua página eletrônica. A partir das 17h35 (de Brasília) de hoje vão ser realizadas uma série de verificações com o objetivo de dar o sinal verde definitivo para a missão quando se produza uma última manobra.

Entre às 4h35 e 5h35 (de Brasília) a sonda Rosetta será colocada em uma posição confortável para que o Philae entre na rota do cometa. O ponto de aterrissagem, batizado de Agilkia, tem um quilômetro quadrado e está situado perto de uma depressão cheia de rochas que caracteriza um dos dois lóbulos do cometa. O local escolhido é uma área com o terreno menos acidentado entre todas as opções observadas no cometa.

Nasa mostra como era a Terra há 4 bilhões de anos

A maior parte da superfície do cometa está coberta de rochas -algumas do tamanho de uma casa- e de encostas íngremes, fossas profundas e grandes rochedos. O módulo conta com uma autonomia própria de dois dias e meio, após os quais sua sobrevivência dependerá da capacidade de recarga de seus painéis solares, o que estará relacionado ao aparato ficar ou não coberto pelo pó desprendido pelo cometa.

A sonda Rosetta, lançada em 2004, tem como missão estudar pela primeira vez a superfície de um cometa, que os cientistas acreditam ser constituído de um material mais primitivo que o dos planetas. A esperança é que a missão esclareça alguns mistérios sobre a formação do Universo.

Confira uma simulação completa feita pela ESA de como deve ser a aterrisagem:

A ESA também preparou um vídeo bastante explicativo de como funciona o processo de aterrisagem, além de contar a história da Sonda Rosetta:

A Agência Espacial Europeia também fez um curta explicando a importância dessa missão para entendermos o surgimento da vida no planeta Terra:

    Access log