Tecnologia e Ciência Nomes de restaurantes do iFood são alterados em ataque hacker

Nomes de restaurantes do iFood são alterados em ataque hacker

Nomes dos estabelecimentos foram mudados para “Lula Ladrão”, “Vacina Mata”, “Petista Comunista”, "Bolsonaro 2022", entre outros

Usuários da plataformas mostraram mensagens políticas em nomes de aplicativos

Usuários da plataformas mostraram mensagens políticas em nomes de aplicativos

Reprodução

Centenas de usuários do aplicativo iFood relataram no Twitter que nomes de estabelecimentos dentro do aplicativo foram alterados na noite desta terça-feira (2). No que aparentemente foi um ataque hacker, os nomes dos estabelecimentos foram mudados para “Lula Ladrão”, “Vacina Mata”, “Petista Comunista”, entre outros.

A informação foi confirmada pela empresa, que calculou cerca de 6% dos estabelecimentos afetados pelo ataque. Ao todo, o Ifood tem 270 mil restaurantes afiliados. "A empresa tomou medidas imediatas para sanar o problema e proteger os dados de restaurantes, consumidores e entregadores", informou o Ifood, em nota. 

A empresa ainda afirmou que, em investigações preliminares, ainda não detectou indícios de vazamento da base de dados pessoais cadastrados na plataforma, ou de dados de cartão de crédito.

Últimas