Astronomia
Tecnologia e Ciência O que um planeta morto nos ensina sobre o que deve ocorrer com a Terra quando o Sol desaparecer

O que um planeta morto nos ensina sobre o que deve ocorrer com a Terra quando o Sol desaparecer

Descoberta dá pistas sobre o futuro do nosso planeta daqui a 6 bilhões de anos

Descoberta dá pistas sobre o futuro do nosso planeta daqui a 6 bilhões de anos

Descoberta dá pistas sobre o futuro do nosso planeta daqui a 6 bilhões de anos

Descoberta dá pistas sobre o futuro do nosso planeta daqui a 6 bilhões de anos

University of Warwick / Mark Garlick

Dentro de cerca de 6 bilhões de anos, o Sol se apagará.

Pelo menos, essa é a estimativa dos cientistas. O que acontecerá então com a Terra e com o restante do nosso Sistema Solar?

Uma equipe internacional de astrônomos liderada pela Universidade de Warwick, no Reino Unido, anunciou uma descoberta que nos dá pistas sobre o futuro do nosso planeta.

Os cientistas descobriram uma estrela semelhante ao Sol que está a 410 anos-luz da Terra.

É uma anã branca, ou seja, uma estrela que, depois de consumir todo o seu combustível nuclear, desapareceu há bilhões de anos.

A revelação foi feita a partir de observações com o Gran Telescopio Canarias (GRANTECAN), instalado no Observatório del Roque de los Muchachos, na ilha de La Palma (Espanha), diz um comunicado do Instituto de Astrofísica das Ilhas Canárias (IAC), que também participou do estudo, publicado na revista científica Science.

Os astrônomos estudaram a nuvem que envolve a estrela, chamada SDSS J122859.93+104032.9, e o anel de escombros que orbita em torno dela.

Esse anel é formado por corpos rochosos compostos de ferro, magnésio, silício e oxigênio, elementos-chave na composição da Terra.

E entre eles descobriram os restos de um planeta que sobreviveu à morte da estrela e que, além disso, orbita muito perto dela, algo que surpreendeu os cientistas.

Quando Sol se apagar, vai devastar Mercúrio, Vênus e Terra

Quando Sol se apagar, vai devastar Mercúrio, Vênus e Terra

NASA/Getty Images

Os autores do estudo consideram que os fragmentos eram parte de um corpo maior de seu sistema solar , por exemplo, de um planeta cujas camadas externas foram removidas.

Uma das razões pelas quais se suspeita que ele sobreviveu à destruição de seu sistema planetário é a sua composição, rica em metais pesados, como ferro e níquel.

Ferro, magnésio, silício e oxigênio são chaves para a composição da Terra

Ferro, magnésio, silício e oxigênio são chaves para a composição da Terra

Getty Images

Pistas sobre o futuro da Terra

A mesma coisa vai acontecer com a Terra quando o Sol se apagar?

"Em nosso sistema solar, o Sol vai se expandir para a órbita da Terra e devastar o nosso planeta, Mercúrio e Vênus", diz Christopher Manser, pesquisador no Departamento de Física da Universidade de Warwick e principal autor do estudo.

"Marte e o restante dos planetas que estão mais distantes sobreviverão e se deslocarão para fora".

Os cientistas acreditam que a anã branca na qual o Sol terá se tornado continuará a reinar no Sistema Solar orbitado por Marte, Júpiter e Saturno, entre outros corpos.