Astronomia

Tecnologia e Ciência Primeiros satélites de internet de Elon Musk entram em órbita

Primeiros satélites de internet de Elon Musk entram em órbita

SpaceX disse que provavelmente levará mais um dia para saber se todos os satélites implantados estão funcionando adequadamente

Reuters
Satélites de internet de Elon Musk entram em órbita

Satélites de internet de Elon Musk entram em órbita

REUTERS

A SpaceX, empresa de foguetes do bilionário Elon Musk, lançou na quinta-feira (23) o primeiro lote de 60 pequenos satélites em órbita terrestre para seu novo serviço de internet Starlink.

Um foguete Falcon 9 transportando os satélites partiu da estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, abrindo caminho para um empreendimento que Musk espera gerar muito dinheiro para suas maiores ambições no espaço.

O lançamento aconteceu uma semana depois de duas contagens regressivas para a missão terem sido canceladas - uma vez devido a ventos fortes no Cabo e na noite seguinte, a fim de atualizar o software do satélite e "checar três vezes" todos os sistemas.

Os 60 satélites entraram em órbita, como planejado, cerca de uma hora após o lançamento. O foguete reutilizável do Falcon 9 foi levado de volta à terra num pouso bem sucedido no Atlântico.

A SpaceX disse que provavelmente levará mais um dia para saber se todos os satélites implantados estão funcionando adequadamente. Cada um pesa cerca de 227 kg, tornando-os a carga mais pesada transportada pela SpaceX até o momento.

Eles representam a fase inicial de uma rede de satélites planejada para transmitir sinais de serviço de internet de alta velocidade do espaço para clientes pagantes em todo o mundo.

Musk disse que a SpaceX começará a se aproximar dos clientes ainda este ano ou no próximo. Até 2 mil satélites serão lançados por ano, com o objetivo final de colocar até 12 mil em órbita.

Foguete feito por universitários quebra recorde e chega ao espaço

Últimas