Chef Aprendiz cria site para ajudar 250 famílias em situação de risco

Projeto social de gastronomia vai arrecadar auxílio emergencial para seis comunidades, em parceria com ONGs locais

Foto: Rafael Martinez

Foto: Rafael Martinez

Programa Inova 360

Unindo forças, junto a ONGs de seis comunidades da cidade de São Paulo por onde já passou, o projeto Chef Aprendiz, que ensina gastronomia gratuitamente a jovens em situação de vulnerabilidade social, abre captação para apoio a 250 famílias em estado de necessidade emergencial. Uma landing page foi criada exclusivamente à captação de R$ 25.000, que serão usados para a compra de cestas básicas com itens essenciais às famílias já cadastradas pelo projeto, como alimentos, produtos de higiene e limpeza, fraldas e leite. As doações podem ser feitas diretamente por meio do site do projeto.

Beatriz Mansberger, criadora do projeto, optou por abrir uma mobilização excepcional, no período da quarentena, para arrecadar fundos para apoiar famílias das comunidades que já criaram vínculos anteriormente com edições do projeto, como Paraisópolis, Campo Limpo, Glicério, Jardim Colombo, Valo Velho e Capão Redondo.

“Desde 2015, o Chef Aprendiz acredita na sinergia criada por indivíduos organizados. Entendemos que, assim como em diversos momentos da nossa história, podemos provocar mudanças positivas e unir forças para contribuirmos, cada um com um pouquinho, com pessoas, com uma família nas comunidades nas quais atuamos”, explica Beatriz. “Fizemos então um mapeamento junto às ONGs parceiras, identificamos o que é mais emergencial neste momento e entendemos que podemos atender 250 famílias arrecadando 25 mil reais” completa.

Fruto de uma conversa com jovens da comunidade Paraisópolis, em São Paulo, que manifestaram interesse em se tornarem chefs de cozinha, a estudante de Gestão de Políticas Públicas Beatriz Mansberger, então com 22 anos, elaborou um projeto para atender ao desejo deles de entender e vivenciar experiências na área gastronômica. Batizado de Chef Aprendiz Paraisópolis, o projeto piloto, angariou R$ 37.980 em financiamento coletivo e, em 2015, atendeu a 14 jovens em situação de vulnerabilidade social.

Ao final do curso, os alunos participaram de uma competição onde cozinharam um menu completo, com uma verba de R$ 250 para cada grupo, que foi avaliado por um júri composto por empresários da área gastronômica, potenciais contratantes e investidores. O Chef Aprendiz celebra em 2020 seis comunidades impactadas, 89 jovens formados e mais de 50% deles empregados.

Serviço

A doação, de qualquer valor, pode ser feita diretamente via transferência bancária, para a conta do projeto – ideal por não cobrar taxa de operação:

FADARIS – INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO, EDUCAÇÃO E CIDADANIA

CNPJ: 28.098.823/0001-10

BANCO ITAÚ – AG: 0192 / CC: 91510-6

E também pode ser feita via paypal ou cartão de crédito, com muita facilidade por meio do site https://www.chefaprendiz.com.br