Programa Inova 360 Quatro filmes com histórias de grandes mulheres para assistir hoje

Quatro filmes com histórias de grandes mulheres para assistir hoje

A Watch Brasil selecionou filmes que marcaram o cinema para você assistir em homenagem ao Dia Internacional das Mulheres

Programa Inova 360
Gal Gadot interpreta Mulher Maravilha - foto divulgação DC Comics

Gal Gadot interpreta Mulher Maravilha - foto divulgação DC Comics

Programa Inova 360

Criado em 1909, o Dia Internacional da Mulher vem desde então inspirando mulheres a lutarem pela igualdade de direitos. Nos anos que se seguiram, e para representar o imaginário do mundo feminino, a DC Comic criou em 1941 a primeira super heroína que é até hoje um ícone, a Mulher Maravilha. A personagem nasceu nos Estados Unidos, na época da Segunda Guerra Mundial. Enquanto os homens eram convocados para guerras, as mulheres passaram a trabalhar para sustentar suas casas. Era um momento de nacionalismo e emancipação feminina. E a personagem tinha tudo que as mulheres sonhavam, a força e a rapidez, a sabedoria e a beleza. O primeiro quadrinho solo surgiu em 1942. 

Porém, a heroína só ganhou mesmo força em 1975, quando a atriz norte-americana Lynda Carter fez o papel da amazona na série de TV de aventura e fantasia Mulher-Maravilha, exibida originalmente de 1976 a 1979. O projeto do Filme com a Mulher Maravilha existe desde 1999, mas foi só recentemente que a Warner conseguiu viabilizar a superprodução. 

Assim como o filme da Mulher Maravilha, que começava a ser imaginado, outras grandes produções que ressaltam a mulher ganharam os cinemas na época. A Watch Brasil selecionou alguns filmes que mostram histórias incríveis, tais como o filme de Pedro Almodóvar, Tudo Sobre Minha Mãe, lançado em 1999, que ganhou o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2000.

Outro filme que marcou a época, especialmente por ter dado à Julia Roberts o Oscar de Melhor Atriz em 2001 foi Erin Brockovich: Uma Mulher de Talento, lançado em 2000.  Alguns anos depois, em 2009, foi lançado Julie & Julia, que levou Meryl Streep a receber o Globo de Ouro de Melhor Atriz em 2010.  E mais recentemente, Gal Gadot incorporou a personagem da Mulher Maravilha, um grande sucesso de bilheteria, um dos 10 principais filmes do ano, foi indicado para vários prêmios, tendo recebido Golden Trailer Awards de melhor fantasia e aventura.

Veja mais detalhes dos filmes indicados pela Watch Brasil:

Mulher Maravilha – O filme de ação traz a história da Mulher Maravilha, antes de se tornar uma super heroína, que desde cedo foi treinada para ser uma guerreira invencível. Tendo vivido em uma ilha paradisíaca sem nunca sair, um dia Diana (Mulher Maravilha) encontra um piloto caído em uma das praias e descobre que o mundo está no meio de uma guerra sem precedentes e decide ir ajudar. O filme foi lançado em 2017 e conta com a atuação de Gal Gadot, Chris Pine e outros.

Julie & Julia – Lançado em 2009, conta com a atuação de grandes mulheres como Meryl Streep e Amy Adams. A trama conta a história de Julia, que ao se mudar para Paris por conta do marido, decide estudar culinária e apresentar um programa de TV sobre o tema. Anos depois, uma mulher chamada Julie passa por uma fase difícil de sua vida e decide ingressar na culinária, motivada pelo livro escrito por Julia há 50 anos atrás. O filme rendeu o Globo de Ouro de Melhor Atriz para Meryl Streep em 2010.  

Erin Brockovich: Uma Mulher de Talento – Lançado em 2000 e estrelado por Julia Roberts, o filme conta a história sobre Erin, uma mãe de três filhos que trabalha em um escritório de advocacia. Ao descobrir uma contaminação na água da cidade, ela decide investigar o caso e, ao longo da trama, a mãe consegue entrar com um processo de mais de 300 milhões de dólares em indenizações para os cidadãos da cidade, indo contra grandes donos de fortunas. O filme rendeu o Oscar de Melhor Atriz para Julia Roberts em 2001. 

Tudo Sobre Minha Mãe – Lançado em 1999, o filme é um dos maiores sucessos do diretor Pedro Almodóvar. O drama traz a história de uma mãe, que ao perder seu filho decide encontrar o pai da criança. Ao longo da história, passado e presente se confundem, ela descobre que o pai de seu filho é travesti. O filme traz diversas personagens femininas fortes e faz com que o espectador reflita sobre questões profundas da vida cotidiana. O longa venceu o Oscar de Melhor Filme estrangeiro em 2000 e o Globo de Ouro na mesma categoria. 

Últimas