Tecnologia e Ciência Saiba o que Facebook, Google, Apple e Amazon vão falar em audiência

Saiba o que Facebook, Google, Apple e Amazon vão falar em audiência

Mark Zuckerberg, Sundar Pichai, Tim Cook e Jeff Bezos serão questionados por congressistas dos EUA sobre práticas de monopólio

Mark Zuckerberg falará aos congressistas dos EUA pelas terceira vez

Mark Zuckerberg falará aos congressistas dos EUA pelas terceira vez

Joshua Roberts/Reuters - 19.09.2019

O Comitê do Congresso dos EUA que irá escutar Mark Zuckerberg, do Facebook, Sundar Pichai, do Google, Tim Cook, da Apple e Jeff Bezos, da Amazon, publicou a prévia do que cada executivo falará durante a audiência desta quarta-feira (29), a partir das 13h (horário de Brasília).

Os CEOs da maiores empresas de tecnologias foram chamados para esclarecer dúvidas dos congressistas norte-americanos após 13 meses de investigações sobre práticas de monopólio.

Em suas declarações iniciais, os executivos irão argumentar que suas empresas enfrentam intensa concorrência, apesar do tamanho e do poder de cada uma delas.

Facebook

Segundo o documento divulgado, Mark Zuckerberg fará um apelo ao patriotismo dos EUA afirmando que o Facebook é uma "empresa orgulhosamente americana". O executivo destacará que a rede social conecta pessoas e ajuda pequenos empresas a encontrar e se aproximar de seus clientes.  Ele falará também que sua plataforma defende a democracia, a competitividade e a liberdade de expressão.

Google

O CEO do Google, Sundar Pichai, argumentará contra a tese de que sua empresa teria o monopólio do serviço de buscas pela internet afirmando que há uma grande lista de rivais, incluindo serviços que não são especificamente mecanismos de busca,como Alexa, Twitter, WhatsApp, SnapChat e Pinterest.

O executivo também usará o patriotismo como argumento durante a audiência ao citar a "tradição norte-americana em inovação" e o orgulho de contribuir com o futuro do país.

Apple

Tim Cook, da Apple, citará a concorrência que a empresa enfrenta no mercado de eletrônicos e o domínio de outras empresas no segmento de celulares e computadores como um argumento contra o monopólio.

Sobre a suspeita que a App Store estaria prejudicando aplicativos concorrentes, Cook falará sobre a qualidade dos produtos oferecidos na plataforma e no trabalho de avaliar e selecionar cada nova inclusão. 

Amazon

Jeffz Bezo, da Amazon, que participa pela primeira vez de uma audiência no Congresso dos EUA, usará sua fala para comparar o tamanho de sua empresa com o mercado global. Segundo o executivo, não estaria ocorrendo a prática de monopólio, porque sua empresa teria apenas 1% do mercado de varejo mundial e 4% do mercado norte-americano.

Os quatro executivos participarão da audiência por videoconferência, devido à pandemia de covid-19. Cada um dos 15 membros da comissão terá 5 minutos para fazer perguntas. Toda a audiência será transmitido ao vivo pelo YouTube.

Últimas