Tecnologia e Ciência Smartphones do Google vão medir respiração e batimentos cardíacos

Smartphones do Google vão medir respiração e batimentos cardíacos

Câmeras dos celulares serão responsáveis pela nova função, que funcionará através da inteligência artificial dos dispositivos

Smartphones Android receberão nova função em breve

Smartphones Android receberão nova função em breve

REUTERS/Eduardo Munoz

Câmeras dos smartphones Google Pixel serão capazes de medir batimentos cardíacos e de respiração a partir do próximo mês, em uma das primeiras aplicações da tecnologia de inteligência artificial da Alphabet em seus serviços de bem-estar.

Aplicativos de saúde disponíveis na loja Google Play e na App Store da Apple há anos fornecem a mesma funcionalidade. Mas um estudo em 2017 descobriu que a precisão varia e a adoção dos aplicativos continua baixa.

Leia mais: Bill Gates apoia projeto de Harvard para frear aquecimento global

Chefes do Google Health disseram no início desta semana que avançaram com a inteligência artificial que alimenta as medições e planejam detalhar seu método e teste clínico num artigo acadêmico nas próximas semanas.

A empresa espera lançar o recurso para outros smartphones Android em uma data não definida, mas os planos para iPhones não são claros.

O Apple Watch, o Fitbit do Google e outros dispositivos expandiram muito o alcance de tecnologias que medem a frequência cardíaca de maneira contínua para uma população muito maior.

Com o método revelado agora, os usuários que desejam medir seu pulso colocam o dedo sobre a lente, que capta mudanças sutis de cor que correspondem ao fluxo sanguíneo. A respiração é calculada a partir do vídeo dos movimentos do tronco superior.

Leia mais: Instagram permite agora recuperar postagens deletadas no aplicativo

O diretor de produtos do Google Health, Jack Po, disse que a empresa quer oferecer uma opção às verificações manuais de pulso para donos de smartphones que desejam monitorar sua condição apenas ocasionalmente, mas não podem pagar por um wearable.

O novo recurso estará disponível como uma atualização para o aplicativo Google Fit.

Últimas