Astronomia

Tecnologia e Ciência Sonda pousará em asteroide que pode revelar a origem do universo

Sonda pousará em asteroide que pode revelar a origem do universo

OSIRIS-REx coletará amostras de rochas na superfície do Bennu, na terça-feira (20), e retornará para a Terra em uma viagem que deve durar três anos

Sonda OSIRIS-REx foi lançada em 2016 e deve retornar para a Terra em 2023

Sonda OSIRIS-REx foi lançada em 2016 e deve retornar para a Terra em 2023

Reprodução/Twitter - @OSIRISREx

A sonda OSIRIS-REx pousará no asteroide Bennu, que está cruzando o espaço em uma região considerada próxima do planeta Terra, na terça-feira (20), segundo as informações publicadas pela Nasa. 

Chuva de meteoros terá pico nesta semana e será visível do Brasil

A OSIRIS-REx foi lançado em 8 de setembro de 2016, chegou a Bennu em 3 de dezembro de 2018 e deve retornar à Terra em setembro de 2023. A missão tem como objetivo coletar amostras de rochas e de areia para serem analisadas.

Os cientistas acreditam que o material trazido do espaço irá contribuir com pesquisas sobre a origem do universo. O Bennu é tratado com uma cápsula do tempo que armazena registros de 4,5 bilhões de anos atrás.

Sonda Nasa deverá ser precisa no pouso em Bennu

Sonda Nasa deverá ser precisa no pouso em Bennu

Reprodução/Twitter - @OSIRISREx

A descida da sonda espacial até a superfície será transmitida pela Nasa a partir das 18h (horário de Brasília). Todo o processo até o pouso ser concluído deve ter 4 horas de duração, mas a coleta de material deve durar cerca de 16 segundos. 

Cientistas identificam gás que indica possibilidade de vida em Vênus

Um dos desafio da missão foi encontrar um ponto da superfície do asteroide que não fosse tão acidentada e cheia de pedaços soltos de rocha. Segundo a Nasa, foi delimitado um espaço um pouco maior do que algumas vagas de estacionamento para carro na cratera "Nightgale", ou seja, o toque na superfície do Bennu exigirá muita precisão. 

Últimas