Tecnologia e Ciência Tinder libera conversa de vídeo para encontros no app

Tinder libera conversa de vídeo para encontros no app

Tinder libera conversa de vídeo para encontros no app Por Redação Link São Paulo, 08 (AE) - O recurso de videochamadas chegou ao Tinder. Depois de anunciar, em maio deste ano, que iria disponibilizar a ferramenta no aplicativo no segundo semestre, a Match, dona do app de namoro, começa a liberar o recurso nesta quarta-feira, 8, para usuários de alguns países selecionados - o grupo inclui o Brasil. Segundo a empresa, para ativar o Videochat, os usuários deverão seguir uma série de passos e configurações, para preservar a segurança e a escolha de cada pessoa no app: para conversar por vídeo, os dois usuários devem estar com a opção habilitada no perfil. Além disso, depois que as duas pessoas concordam em participar da chamada, elas devem, também, aceitar as regras de uso estabelecidas pelo app. A chamada também pode ser desabilitada a qualquer momento por um dos usuários, mesmo durante a conversa. O Tinder informou que realizou uma pesquisa nos Estados Unidos com seus usuários e que cerca de metade deles já tinha tido algum encontro por vídeo com um match do APP. Segundo Rory Kozoll, chefe de Segurança de produto no Tinder, a ferramenta quer aproximar o romance mesmo em tempos de distanciamento social. "Videochat prioriza controle para que nossa comunidade se sinta mais confortável para dar mais um passo e levar suas conversas para essa nova etapa quando cada um sentir que é o momento. Construímos uma fundação sólida e temos certeza que aprenderemos muito com o teste ao longo das próximas semanas." Por enquanto, a ferramenta é um teste, e está disponível para EUA, Brasil, Austrália, Espanha, Itália, França, Vietnã, Indonésia, Coréia, Taiwan, Tailândia, Peru e Chile. Porém, a empresa afirmou que, vai utilizar esse período para avaliar o desempenho do recurso e poderá levar o Videochat para outros países em breve.

Últimas