Tecnologia e Ciência Usuários do Brasil estão entre mais afetados após ataque do Telegram

Usuários do Brasil estão entre mais afetados após ataque do Telegram

Aplicativo de mensagens, que tem mais de 200 milhões de perfis cadastrados, teve serviço normalizado, mas internautas tiveram dificuldade de acesso

telegram

Telegram sofreu ataque cibernético nesta quarta

Telegram sofreu ataque cibernético nesta quarta

Ilya Naymushin/Reuters - 13.04.2018

O provedor de serviços de mensagens Telegram informou nesta quarta-feira (12) que foi atingido por um "poderoso" ataque distribuído de negação de serviço (DDoS), mas disse que que já havia estabilizado seus sistemas.

O Telegram, que tem mais de 200 milhões de usuários, disse que disse que usuários dos Estados Unidos e de outros países podem ter problemas de conexão.

"No momento, as coisas parecem ter se estabilizado", disse a empresa em um tuíte quase uma hora depois de reconhecer o ataque.

O site de rastreamento Downdetector.com mostrou que os usuários nos Estados Unidos e no Brasil foram os mais afetados.

Em ataques DDoS, computadores invadidos ou infectados por vírus são usados para atacar sites.