Tecnologia e Ciência Osso reforça que neandertais tinham tradições artísticas

Osso reforça que neandertais tinham tradições artísticas

Material pré-histórico tem dez linhas gravadas em um lado, das quais seis formam cinco divisas; precisão exclui um gesto acidental

Um pequeno pedaço de osso encontrado durante escavações no norte da Alemanha reforçou a ideia de que os neandertais, ramo do gênero Homo que desapareceu há cerca de 40 mil anos, tinham sua própria tradição artística. Com cerca de seis centímetros de comprimento e quatro de largura, possui dez linhas gravadas em um lado, das quais seis formam cinco divisas — com uma precisão que exclui um gesto acidental.

Este desenho "provavelmente simboliza algo que tinha significado para os neandertais como um grupo", disse à AFP o Dr. Dirk Leder, arqueólogo do Escritório do Patrimônio da Baixa Saxônia.

As descobertas ligadas aos neandertais têm aumentado nos últimos anos, bem como a curiosidade a respeito dessa espécie de "primo" do homem moderno.

Em artigo que acompanha o estudo, a paleoantropóloga britânica Silvia Bello lembra que os neandertais sabiam fazer ferramentas com ossos para tratar peles de animais e podiam realizar rituais fúnebres, mas muito poucas formas de arte foram atribuídas a eles. No caso presente, "tudo indica um conhecimento sofisticado e uma grande habilidade de trabalhar o osso".

Os autores do estudo admitem não compreender o significado da gravação, "mas estão convencidos de que ele comunica uma ideia, uma história, algo que fazia sentido para um grupo".

Últimas